Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemVeja Iron Maiden tocando músicas do "Senjutsu" pela primeira vez ao vivo

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park


Stamp

Diabolical Hate: Nova demo da banda sul-mato-grossense

Resenha - Buried Alive - Diabolical Hate

Por Vitor Franceschini
Em 20/07/14

publicidade

Nota: 7

Mostrando uma boa evolução diante de sua demo anterior, "Flesh Eaten", a banda sul-mato-grossense Diabolical Hate traz em seu mais novo trabalho uma sonoridade focada no Death Metal com nuances de Black Metal e vários elementos que engrandecem suas composições.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Buried Alive" traz uma temática voltada ao satanismo e anti-religião através de riffs maléficos, cozinha variada e composições de bom gosto. O destaque é para as guitarras raivosas que aqui se mostram mais versáteis e trabalhadas. A cozinha segue seu rumo dando estrutura e peso às músicas.

Muito interessante a banda incluir algumas quebradas que resultam em climas agonizantes, principalmente na faixa de abertura Inspired By Evil que tem um final apoteótico. Aliás, essa é a melhor composição, mas nada muito à frente das outras quatro que completam o trabalho.

Muito interessante o som do quarteto, que possui aquela aura do Metal extremo nacional do final dos anos 80 começo de 90. A única ressalva fica para a produção que tirou um pouco do peso do trabalho e que poderia lapidar melhor as músicas. Nada que possa ser consertado em um futuro lançamento.

https://www.facebook.com/pages/Diabolical-Hate/177082899071509

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.