Darkside: Som equilibrado e abrangente

Resenha - Prayers In Doomsday - Darkside

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A grande qualidade da banda cearense Darkside é saber mesclar seu Thrash Metal de forma equilibrada com o Speed Metal e ainda deixar fluir as influências do Metal tradicional. É impressionante como o quarteto de Fortaleza consegue fazer isso sem perder o peso típico do Thrash.
5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical

Riffs característicos com solos velozes dão a tônica do trabalho, enquanto a cozinha segue dando a sustentação necessária. O vocalista Alex Eyras (que foi substituído por Marcelo Falcão em 2013) tem um timbre agressivo, mas ao mesmo tempo melódico, o que faz o som da banda lembrar algo de Anthrax e Nuclear Assault, mas bem de longe.

As duas primeiras faixas que abrem o disco servem para mostrar as características da banda, já que Bubonic e Sacrificed Parasites são faixas que mesclam exatamente os estilos citados no primeiro parágrafo e possuem ótimos refrãos.

A influência do Metal oitentista se evidencia na faixa título onde Alex canta bem na linha melódica do gênero, com direito a agudos. Cursed by the Dawn também segue essa linha e possui uma ótima melodia. Destaque para a mudança de ritmo e os agressivos solos. Destaque também para Born For War. O Darkside se saiu muito bem em sua estreia e que o segundo petardo siga esta linha.

http://www.facebook.com/darksidebrasil?ref=ts&fref=ts

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Prayers In Doomsday - Darkside

631 acessosDarkside: valeu cada segundo da espera pelo debut631 acessosDarkside: depois de 20 anos, uma série de demos liberadas1493 acessosDarkside: boa qualidade e nada soa repetitivo ou maçante

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Darksyde"

Melhores de 2012Melhores de 2012
As escolhas do redator Leonardo Daniel Tavares

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dark Side"0 acessosTodas as matérias sobre "Darksyde"

MegadethMegadeth
As 10 maiores tretas da história de Dave Mustaine

Collectors RoomCollectors Room
A coleção de Gastão Moreira, ex-VJ do programa Fúria Metal

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Dave Mustaine e Mika Hakkinen

5000 acessosSlipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir5000 acessosSlipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira5000 acessosMotorhead: Lemmy fala sobre ser solteiro para sempre5000 acessosGaleria - Tatuagens em homenagem a Marilyn Manson5000 acessosLynyrd Skynyrd x Neil Young - Amigos ou inimigos?5000 acessosJimmy Bain: morre ex-baixista do Rainbow e da banda de Dio

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online