Matérias Mais Lidas

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemDepeche Mode divulga a causa oficial da morte de Andy Fletcher

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin


Pearl Jam: Banda entrega um dos melhores discos do ano

Resenha - Lightning Bolt - Pearl Jam

Por David Oaski
Em 02/12/13

Nota: 8

O Pearl Jam já é uma banda clássica de rock. Com o distanciamento histórico de 22 anos do petardo "Ten", de 1991 já é possível fazer essa afirmação com segurança.

A banda, que foi um dos pilares do movimento grunge, construiu ao longo dos anos uma discografia sólida e repleta de talento, sempre com a veia roqueira aflorada, mas se permitindo flertar com folk, blues e o pop.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Outros fatores fazem com que o Eddie Vedder, Stone Gosard, Jeff Amment, Mike Mcready e Matt Cameron formem uma das bandas mais respeitáveis do rock atual, como a eterna briga com a Ticket Master pelo valor abusivo cobrado pelos ingressos dos grandes shows; a variedade do setlist nas apresentações da banda é invejável, longe da preguiça e obviedade de outras bandas; além disso, a banda sempre buscou caminhar com suas próprias pernas, não se dobrando à exigências de gravadoras, rádios, Mtv e todos outros dinossauros que comandam o show business.

Com o lançamento de "Lightning Bolt", décimo álbum da banda cerca de um mês atrás, os norte americanos de Seattle mostram que seguem afiados nas composições, entrosados como banda e que são sim relevantes e importantes no rock atual.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

23 anos de estrada e energia de sobra

Há um pouco de tudo que o Pearl Jam já fez de melhor ao longo da carreira, com canções rock típicas dos álbuns recentes da banda, com boas linhas de guitarra e refrãos marcantes, abrindo com classe com a vigorosa "Gettaway", um rockão pra levantar defunto, com vocais impecáveis de Vedder e a banda dando show na melodia. Potencial de single. Ainda nessa categoria estão "My Father’s Son", outra ótima letra, com destaque para linha de baixo de Jeff Amment numa canção robusta, com variação no andamento em determinado momento, voltando ao tom raivoso noutros; e "Lightning Bolt", a faixa título, inicia com rápidas linhas de guitarras e vocais e vai encorpando, com direito a um refrão delicioso e ótimo solo de guitarra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outra característica marcante no som da banda são as baladas e desta vez os destaques são a belíssima "Sirens" e "Sleeping By Myself". Ambas possuem melodias delicadas, sendo que a primeira tem uma letra melancólica que trata de um desamor com piano, violões e suaves linhas de guitarra, com um belo solo, já a segunda é tão folk que parece que Eddie Vedder está tocando na varanda de uma fazenda, com violão e guitarra entrelaçados formando uma linda e singela canção.

A agressividade quase punk de "Mind Your Manners", que possui letra com mensagens políticas e critica ao modo de vida americano contrasta com o intimismo de faixas como "Yellow Moon" e "Future Days" que lembram trabalhos solos de Vedder, com melodias mais introspectivas.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Arte para cada faixa do álbum

"Swallowed Whole" tem passagens de folk, vira rock, volta a ser folk e assim vai até o final, com melodia cativante e outro bom solo de guitarra. Já "Let The Records Play" é o toque de blues do álbum, num som que me remete a algo como o Black Keys, só que mais pesado, tem talvez o melhor solo de guitarra do álbum. Há espaço ainda para a densidade de "Pendulum", arrastada e soturna possui uma beleza fúnebre.

Diferente de tudo que a banda já fez até hoje, "Infalible" soa como uma marcha com pitada folk. Somam à melodia piano, coros, castanholas e instrumentos de percussão, música típica de uma banda que não se acomoda nem se apega a formulas manjadas. O resultado é ótimo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Quem ouvir "Lightning Bolt" esperando um arremedo de "Ten" ou "Vs" certamente sairá decepcionado, pois ao contrário de outras bandas o Pearl Jam se permitiu evoluir, mesmo não se distanciando do ritmo fundamental de sua música, o rock n’ roll. Se pararmos pra pensar friamente quais bandas ainda entregam ao seu público um ótimo disco de rock, sem pressão ou pretensão? São poucas.

O que os caras do Pearl Jam querem é curtir um som, tocar um rock aqui, um folk ali, uma pitada de blues acolá e apresentar um dos melhores shows da atualidade. É assim, dessa forma que eles entregaram um dos melhores disco do ano.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

David Oaski

Disponível também em:
http://rockideologia.blogspot.com.br/2013/11/resenha-lightning-bolt-pearl-jam.html


Outras resenhas de Lightning Bolt - Pearl Jam

Resenha - Lightning Bolt - Pearl Jam

Resenha - Lightning Bolt - Pearl Jam

Resenha - Lightning Bolt - Pearl Jam

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Pearl Jam: "Sempre serei grato ao Red Hot Chili Peppers"

Nirvana, Pearl Jam e Kid: os 100 anos de perdão do Rock



Sobre David Oaski

David Oaski é editor do blog Ideologia Rock, colunista do site Stereo Pop Club e colabora frequentemente com os sites Galeria Musical e Whiplash, além de já ter escrito para outras plataformas online. Amante de música (principalmente rock) independente de rótulos, escreve por hobby e para exercitar o senso crítico.

Mais matérias de David Oaski.