RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Queensryche: momento interessante e confuso para ser fã da banda

Resenha - Queensryche - Queensryche

Por Ivan Jones
Postado em 04 de junho de 2013

É um momento interessante para ser um fã do Queensryche, com certeza. É também um momento confuso com duas formações concorrentes em turnês e lançando novas músicas dentro de um curto espaço de tempo, ambas aguardando algum tipo de resolução para a disputa sobre a utilização do nome da banda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Indo direto ao assunto, o álbum do "Queensryche" de Geoff Tate, "Frequency Unknown", não é tão ruim quanto algumas pessoas dizem, embora soe dolorosamente apressado. Sendo Tate o único membro remanescente, certamente não se sente que é um álbum do Queensryche.

Apesar dos números de "Like" no Facebook estranhamente inflados para o "Tateryche", os fãs reais esmagadoramente apoiaram o Queensryche com seus membros originais Michael Wilton, Scott Rockenfield e Eddie Jackson, que acabam de lançar seu auto-intitulado álbum pela gravadora Century Media.

Alegrem-se fãs do Queensryche, sua banda está de volta! Apesar de muitas músicas boas e sinais de esperança ao longo dos últimos 20 anos, não ouvimos nada de muito interessante desde o álbum "Empire" de 1990. Este auto-intitulado renascimento é tudo o que o álbum "Tateryche" não é, na medida em que não soa forçado, apressado e isso definitivamente soa como Queensryche.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os destaques são muitos, incluindo "Where Dreams Go To Die", uma faixa que fica melhor a cada vez que se escuta. Suas letras reflexivas e sua composição esmerada é ainda mais surpreendente, uma vez que foi composta por Parker Lundgren, ex-genro de Tate e o guitarrista que assumiu o lugar de Chris DeGarmo (o que não é pouca coisa). O Queensryche parece mais focado do que nunca neste álbum, faixas como "Spore", "Redemption" e "Don’t Look Back" são um retorno às raízes de metal da banda, um retorno que pensávamos que nunca mais iriamos viver para ouvir. Não é uma coincidência que Lundgren e novo vocalista Todd La Torre tenham injetado um espírito de juventude e diversão que se espalhou para os caras originais.
Os momentos absolutos são a assustadora instrumental "Midnight Lullaby" e sua sequência "A World Without", que é uma das melhores canções já escritas pelo grupo. Orquestrações exuberantes, linda interação das guitarras e a participação de Pamela Moore (cantora que também é de Seattle e que participou de "Operation: Mindcrime" como "Sister Mary") fazem desta uma das faixas mais memoráveis ​​do álbum, uma verdadeira homenagem ao seu etéreo passado Mindcrime.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comprem este álbum, vocês não vão se arrepender. O verdadeiro Ryche voltou.

Faixas do álbum:

1. "X2" (instrumental)
2. "Where Dreams Go to Die"
3. "Spore"
4. "In This Light"
5. "Redemption"
6. "Vindication"
7. "Midnight Lullaby'" (instrumental)
8. "A World Without"
9. "Don’t Look Back"
10. "Fallout"
11. "Open Road"

* Faixas bônus estão incluídas na edição norte-americana "Deluxe Box Set Edition", na edição europeia "Media Book", na edição japonesa, no iTunes, e no LP. Todas as faixas bônus foram gravadas ao vivo no Casino Snoqualmie em Snoqualmie, Washington, em 27 de outubro de 2012.

Queensryche:
Todd La Torre - vocais
Michael Wilton - guitarras
Parker Lundgren - guitarras
Eddie Jackson - baixo
Scott Rockenfield - bateria, percussão, teclados

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ouçam abaixo trechos de todas as faixas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Matéria traduzida do site
http://www.legendaryrockinterviews.com


Outras resenhas de Queensryche - Queensryche

Queensryche: uma lufada de ar fresco na sua discografia

Queensryche: Sonoridade nos remete aos áureos tempos do grupo

Queensryche: fica claro qual era o problema da banda

Queensryche: superando a banda de mesmo nome de Geoff Tate

Queensryche: Um álbum sombrio, pesado e intenso,

Queensryche: Superando o disco gravado por Tate

Queensryche: Retomando com dignidade a fase produtiva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Andre Facchini Medeiros | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Jesus Leitão Souza | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Roberto Andrey C. dos Santos | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ivan Jones

42 anos, curto ROCK desde 1980 e possuo uma coleção de mais de 3500 cds e cerca de 600 lps (fora as fitas cassetes, VHS, DVDs e Blu-Rays). Toco violão e guitarra e estou começando a dedilhar um teclado.
Mais matérias de Ivan Jones.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS