Moghul: faz um som que segue a linha Sludge/Doom Metal

Resenha - Dead Empires - Moghul

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


A terra de onde vêm os caras já nos deu grandes colheitas, tais como Black Sabbath e Judas Priest. Afinal, Birmingham também é a cidade do Moghul que, apesar do nome nos remeter a algo voltado ao Black Metal, faz um som que segue a linha Sludge/Doom Metal.

Slipknot: Veja membros atuais sem máscara

Heavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

E quando mencionamos tais gêneros, o negócio aqui é sério, pois os ingleses investem em composições arrastadas, recheadas de guitarras com afinações baixas e clima bem sorumbático. Tudo isso encabeçado por um vocal semi-gutural que agoniza com alguns gritos e berros como suaves backings.

Mesmo tendo apenas duas composições, o trabalho não soa cansativo. Ambas possuem mais de dez minutos de duração, mas a malícia da banda em executá-las não permite que elas caiam no ostracismo.

A faixa que dá nome ao disco abre o trabalho com uma levada mais Doom Metal, seguindo a linha de nomes como Black Sabbath e Candlemass. A levada soturna e o solo que acompanha o início deixam essa característica latente. Enquanto isso, Hidden Hand é mais melódica e melancólica.

É aquele negócio, gêneros complicados devem ser feitos por quem realmente entende, e o Moghul sabe bem onde pisa. Não é definitivamente o som que agrada a gregos e troianos, mas que irá conquistar de cara o verdadeiro apreciador do estilo, que sabe exatamente os elementos que irá encontrar. Um bom disco.

https://www.facebook.com/Moghuluk




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slipknot: Veja membros atuais sem máscaraSlipknot
Veja membros atuais sem máscara

Heavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhosHeavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin