Veuliah: sonoridade ainda mais coesa e complexa que antecessor

Resenha - Chaotic Genesis - Veuliah

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Com um estilo autointitulado de Dark Metal, o sexteto baiano VEULIAH chega agora a seu segundo disco, que acaba de ser lançado no mercado nacional pela MS Metal Records, com uma sonoridade ainda mais coesa e complexa do que seu antecessor.
5000 acessosLed Zeppelin: a inspiração por trás de "Kashmir"5000 acessosSinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?

O som dos caras é bem interessante e variando, mesclando elementos de música progressiva, death metal, folk metal e outras, transitando com facilidade momentos de puro peso e agressividade, com outros mais melódicos, em que os vocais limpos se sobressaem, lembrando em alguns momentos os noruegueses do BORKNAGAR, mas mantendo uma personalidade própria, já que tem uma atmosfera bem mais sombria e obscura.

O instrumental da banda é bem coeso e intrincado, com várias mudanças de andamento que levam o ouvinte a uma verdadeira "viagem" durante toda a audição do disco. Os vocais de Fabio Gouvêa também são excelentes, seja nos momentos mais agressivos e guturais, seja nos mais melódicos.

E tendo em vista toda essas qualidades acima elencadas, fica até difícil escolher destaques no disco, mas caso alguém queira ouvir algumas faixas para ter ideia da qualidade da banda, indico a faixa título, pesadíssima e muito variada, trazendo todos os elementos característicos do som do sexteto; a ótima "United Solitudes", com passagens vocais muito bem elaboradas, e uma estrutura rítmica de fazer cair o queixo; e "Just to be Denied...", com um peso descomunal, e alguns dos melhores riffs do disco.

Destaque também para a produção do disco, a cargo do guitarrista Júlio Gouvêa em parceria com Jera Cravo, e co-produzido pelos demais membros do grupo. A capa do disco também é belíssima, em mais um brilhante trabalho de Gustavo Sazes.

Trata-se, pois, de uma banda muito talentosa, com uma sonoridade riquíssima, que embora seja bem experimental e variada, não deixa jamais o peso e agressividade de lado, muito pelo contrário. Vale muito a pena a aquisição do material, que é mais uma prova que nosso cenário nacional não fica devendo nada para outros países mais conceituados quando o assunto é metal de qualidade!

Chaotic Genesis - Veuliah
(2013 – MS Metal - Nacional)

Formação:

Formação:
Fabio Gouvêa: Vocal
Julio Gouvêa: Guitarra
Ricardo Sanct: Guitarra
Márcio Medeiros: Baixo
Luciano Veiga: Teclados
Ricardo Agatte: Bateria
Thiago Nogueira: Bateria

Tracks:
01. Chaotic Genesis
02. Momentum
03. United Solitudes
04. Just to be Denied…
05. Dark Heart
06. Lost by Time
07. The Edge
08. Resurrection

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Chaotic Genesis - Veuliah

429 acessosVeuliah: representante da música baiana que tem qualidade

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Veuliah"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Veuliah"

Led ZeppelinLed Zeppelin
A inspiração por trás de "Kashmir"

SinceridadeSinceridade
E se as capas de discos dissessem a verdade?

Tarja TurunenTarja Turunen
A agressão de um fã durante show no México em 2000

5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosGuns N' Roses: Pantera tocava todas as músicas do "Appetite For Destruction"4483 acessosDJ Ashba: falando sobre como foi entrar no Guns N' Roses5000 acessosSharon culpa Courtney Love pelo vício do filho

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online