Matérias Mais Lidas

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemComo Faustão ajudou Titãs a superar trauma da prisão de Arnaldo Antunes

imagemShow do Iron Maiden pra "pouca gente" é o favorito de Blaze Bayley

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos


Dream Theater 2022

God Dethroned: a fábrica de riffs se mantém intacta

Resenha - Under The Sign Of The Iron Cross - God Dethroned

Por Vitor Franceschini
Em 08/03/13

publicidade

Nota: 9

Pena essa banda ter chegado ao fim no ano passado, já que o primeiro trabalho que ouvi desses holandeses foi "Passiondale (Passchendaele)" de 2009 e mal sabia que era o oitavo full length dos caras. Desde então passei a acompanhar mais a carreira da banda, afinal o disco citado é um marco na carreira do God Dethroned, tanto musicalmente quanto liricamente.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

"Under The Sign Of The Iron Cross" é o mais recente trabalho e agora foi lançado pela Shinigami Records por aqui. Não há dúvidas que esse disco consolidou de vez o God Dethroned como um dos principais nomes do Blackened Death Metal, isso se não for, até então, a estrela maior do gênero.

E isso tem motivo, afinal os caras sabem desenvolver essa mescla como poucos e produziu trabalhos de qualidade durante seus mais de 20 anos de carreira. "Under The Sign Of The Iron Cross" mostra uma banda coesa, tinindo. Carregado de densidade, o trabalho mostra um equilíbrio impressionante entre as 8 faixas (ainda contém uma intro) que o compõem.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A fábrica de riffs se mantém intacta, assim como os sempre bem feitos solos, mérito de Henri Sattler e Danny Tunker. A bateria extremamente técnica do estreante Michiel van der Plicht mantém a pegada de sempre, com incríveis ‘blast beats’ e viradas impressionantemente rápidas. É praticamente uma mescla com o início e o final da carreira da banda.

Tudo sem contar a excelente produção sonora, a cargo de Joerg Uken e do próprio Henri, além do ótimo trabalho gráfico feito por Karl-Heinz Schuster. Não posso deixar de citar a épica faixa título e sua incrível melodia, Through Byzantine Hemispheres, The Red Baron e seus ótimos solos. Triste fim, porém com honra!

http://www.goddethroned.com/

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal


Outras resenhas de Under The Sign Of The Iron Cross - God Dethroned

Resenha - Under the Sign of the Iron Cross - God Dethroned

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Holanda: 10 grandes bandas de heavy metal que surgiram nos Países Baixos

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.