Carapuça: com forte temperamento latino

Resenha - Verdade Doa a Quem Doer - Carapuça

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É indiscutível que o rock brazuca, que encontrou tanto respaldo entre a mídia e público na década de 1980, simplesmente caiu no limbo sem o apoio das gravadoras e os pagamentos de 'jabás' às rádios. Mas a necessidade de se expressar sempre falará mais alto e vez ou outra aparecem bandas muito boas atuando pelo underground e lançando discos memoráveis – Mostarja, Mundo Cao e Madame Saatan são exemplos a serem lembrados. E o Carapuça, formado em 2007 lá no ABC Paulista, mostra muita atitude em sua estreia, "A Verdade Doa a Quem Doer".
5000 acessosKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda5000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

O Carapuça faz uso de um verdadeiro coquetel de influências para estruturar suas composições, e muitas vezes de maneira mais instintiva do que assimilativa. O resultado é um repertório com canções bastante distintas entre si, mas tendo em comum um forte temperamento, tipicamente latino e com uma 'malandragem' consciente ao criticar e ironizar o comportamento humano. E o título "A Verdade Doa a Quem Doer" é perfeito para a empreitada.

Se "Fuckin´ War" deixa claro que o Carapuça não possui lá muita vocação em oferecer canções em inglês, são as outras 13 composições que mostram músicos totalmente confortáveis em seus respectivos postos, cujo poder de fogo faz com que a menção toda especial recaia sobre a distorcida faixa-título, "A Nova Lei", "Ela Manda", "Lenhadores do Mar" e "Boy Maloqueiro", que detona com os boyzinhos metidos a favelados.

O áudio é definidíssimo e, apesar de toda a distorção que permeia boa parte dos 45 minutos, há munição de sobra para atrair o afeto de quem curte Camisa de Vênus, Barão Vermelho, Raimundos e até mesmo o falecido Raul Seixas. É bem por aí mesmo. Dê uma conferida no site dos caras, além do disco físico bem caprichado, o mesmo também está disponível para download. Talvez a Carapuça te sirva, caro leitor...

Contato:
http://www.carapuca.com
http://www.myspace.com/carapuca/photos

Formação:
Animal - voz
Gustavo Presa - guitarra
Danilo Ramos - baixo
Sérgio Fernandes - bateria

Carapuça - A Verdade Doa a Quem Doer
(2012 / independente – nacional)

01. A Verdade Doa a Quem Doer
02. A Nova Lei
03. Adrenalina
04. Aqui Se Faz Aqui Se Paga
05. Ela Manda
06. Eu Vou Com Deus
07. Carapuça
08. Fanático
09. Lenhadores do Mar
10. Ryu
11. Boy Maloqueiro
12. Fuckin War
13. Vingança Natural
14. Um Dia Seremos Um

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Verdade Doa a Quem Doer - Carapuça

303 acessosCarapuça: mesclando a veia Rock com o Pop nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Carapuça"

KissKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Heavy MetalHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Led ZeppelinLed Zeppelin
Perguntas e respostas e curiosidades

5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles5000 acessosAC/DC: setlist, fotos e vídeos do show arrasador com Axl Rose5000 acessosBruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose5000 acessosDee Snider: Kiss se vendeu e não deveríamos tê-los perdoado4780 acessosMetal Underground: 10 Bandas que você precisa ouvir5000 acessosHangar: Pesada troca de críticas entre Aquiles Priester e ex-vocalistas

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online