Morterix: Thrash bem característico com um pé no Crossover

Resenha - Roots Of Ignorance - Morterix

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Morterix é daquelas bandas que de cara dá vontade de sair quebrando tudo tão enérgico e 'raçudo' é seu som. Os caras fazem um Thrash Metal bem característico com um pé no Crossover (pela pegada Punk), bem raivoso mesmo. Interessante é que a banda, quando surgiu, se propunha a fazer Black Metal, o que é apenas vestígios em sua música atual.
5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage

Apesar de ser formada em 2003, na capital gaúcha, "The Roots Of Ignorance" só saiu em 2012. Antes a banda havia lançado apenas uma demo ensaio que apareceu na compilação Evil Collection ainda em 2003. Neste mesmo ano a banda participou da coletânea Unholy Compilation #1 da Satanael Records com a música I Hate The Believers.

Voltando ao som, o negócio aqui é porradaria do começo ao fim. Para se ter uma ideia do esquema, são apenas 28 minutos de velocidade e agressão sem dar tempo para respirar. Caravel Of Diseases abre o trabalho de forma impactante, como se fosse um soco na cara. Uma avalanche de riffs é despejada, seguida por um baixo furioso e uma bateria velocíssima, tudo com um vocal insano e odioso (no bom sentido).

A peteca não cai em I Will Kill que mantém a energia e mostra a latente influência Punk, principalmente em seu início e refrão. A faixa título trata de unir as características das duas primeiras e demonstra uma brutalidade ainda acima do proposto, com direito a 'blast beats'. Cuidado com os ouvidos também em Burning The Churches (bem thrasher) e a, quase Grind, Modern Creatures.

Ah! Tem surpresa no final, e que surpresa! Produzido por Sebastian Carsin, no Estúdio Hurricane, "The Roots Of Ignorance" já está na minha lista de melhores de 2012. Simplesmente o que o underground precisa, ouça e grite 'foda-se' por todos os cantos. Que me perdoem o trocadilho, mas é ignorância pura. Baixe o seu já!

http://www.myspace.com/morterix

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Morterix"

Axl RoseAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

Collectors RoomCollectors Room
A imensa coleção do apresentador Vitão Bonesso

FrontmenFrontmen
Quando os originais não eram as melhores opções

5000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja5000 acessosBruce Dickinson: sua coleção de clássicos do Metallica4159 acessosJourney: "Steve Perry era um fenômeno humano", diz baixista do Styx5000 acessosRoberto Sabbag: Colecionador do Slayer e Heavy Metal em geral5000 acessosThe Police: uma idéia criada e visionada por Stewart Copeland

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online