Blutvial: Black Metal perturbador e apocalíptico

Resenha - Curses Thorns Blood - Blutvial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Formada em 2011 por Aort (guitarra, baixo e bateria, Code) e Ewchymlaen (vocal, guitarra, ex-Reign Of Erebus), a banda Blutvial definitivamente não é o tipo de horda que está para brincadeira. Desde o ano passado o baterista Zemogh está com o duo, formando o trio que gravou este "Curses Thorns Blood", que sucede o debut "I Speak Of The Devil" (2009). Além destes, a banda lançou o EP "Full Moon Possession" em 2007.
5000 acessosAxl Rose: quatro páginas de pedidos para camarim no RIR5000 acessosRegis Tadeu: explicando por que o Slipknot é tão odiado

O grupo faz aquele tipo de Black Metal perturbador, inquietante, raivoso com um clima denso e apocalíptico. É o tipo de som que se fecharmos os olhos iremos imaginar uma guerra no próprio inferno, sem nenhuma chance de escapar. Os riffs são ríspidos, a cozinha barulhenta e o baixo sujo, dando um ar ainda mais 'desgracento' às composições.

Os vocais de Ewchymlaen, apesar dos efeitos, carregam bem a bandeira do estilo imposto pelo grupo. Mesmo com essas características a banda soube variar em suas composições e isso pode ser retratado em contrastes entre faixas como Tirade Against Oversocialisation, que é cadenciada e possui um riff mais Rock and Roll e Three Curses e seus 7 minutos e meio de brutalidade e destruição.

Ainda assim a banda consegue imprimir climas épicos como se pode notar em A Light In The Forest e seus mais de 10 minutos de pura devoção ao Metal negro. At The Stones We Gather, que abre o disco, também se destaca por ser um belo cartão de visitas, além de possuir bons riffs e refrão.

A produção, propositalmente abafada, ficou a cargo de Jaime Gomez Arellano e foi feita no Orgone Studios (onde já gravaram Ulver, Ghost, Aura Noir e Cathedral). Banda que agradará em cheio os fãs mais radicais do Black Metal atual e servirá de inspiração aos apreciadores da pura violência sonoro. Aprovado!

http://www.facebook.com/Blutvial
http://www.myspace.com/blutvial

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Blutvial"

Axl RoseAxl Rose
Quatro páginas de pedidos de ítens para camarim no RIR

Regis TadeuRegis Tadeu
Explicando por que o Slipknot é tão odiado

Guns N RosesGuns N' Roses
Quanto foi oferecido para Izzy Stradlin? MSL revela

5000 acessosClassic Rock: elegendo os 10 melhores álbuns de estréia5000 acessosFotos de Infância: Slash, do Guns N' Roses5000 acessosMetallica: A reação de James a famosos usando camisetas da banda5000 acessosPaul Stanley: "Gene nem sempre está certo"5000 acessosGhost: "Deus não está aqui", afirma Nameless Ghoul2597 acessosBaterias: como os pratos e tambores são feitos?

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online