Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Sarkis, Fonte: Roadie Crew
Enviar correções  |  Comentários  | 

A edição de agosto de 2007 da Roadie Crew trouxe, em parceria com a publicação argentina Jedbangers, uma entrevista especial com Max Cavalera.

1033 acessosAngra: Rafael comenta nova fase, novo álbum e legado (vídeo)5000 acessosPhil Anselmo: vocalista mostra seu barraco em Louisiana

Além da matéria com o líder do SOULFLY, a revista brasileira chamou músicos renomados para uma homenagem a Max e ao SEPULTURA. Confira abaixo alguns dos depoimentos.

Lemmy Kilmister (MOTÖRHEAD)


“Max Cavalera é um homem muito importante. Ele, ao lado do Sepultura, foi o primeiro brasileiro no Metal a realmente tocar fora do Brasil e ganhar uma grande e fanática legião de fãs estrangeiros. Nós os conhecemos em 1991 quando tocamos juntos, e logo percebemos que eles eram arrogantes filhos da puta assim como nós!!! Desde então, tocamos com Max, Sepultura, depois o Soulfly, e aí Sepultura com Derrick Green nos vocais. Max e todos eles sempre fazem um show espetacular, e levam os fãs à loucura. O que mais pode ser dito? Saudações a eles e a vocês.”

Kiko Loureiro (ANGRA)


“Quando penso em Max Cavalera, penso em Sepultura e tudo o que esta banda sem precedentes no Brasil trouxe de bom para o nosso meio. Max e Sepultura mostraram ao mundo que aqui é possível nascer uma banda de estilo único, genuíno, brasileiro, com nosso canibalismo cultural, misturando as influências externas com nossa música. Mostrou que é possível, com muita luta, sair de sua cidade e caminhar para o mundo lado a lado com os grandes, americanos ou europeus. Foi um trabalho de ‘quebra pedra’, e hoje nós do Angra, Krisiun, Korzus, Torture Squad, e outras bandas que contam com prestígio fora do Brasil, usufruímos deste legado deixado por eles. Sempre quando falamos que somos uma banda de Metal brasileira, o olhar não é de espanto, como quem espera um sambista-capoeirista-boleiro tomando café e comendo banana. A expectativa é sempre de música criativa, inovadora e exótica. Agradeceremos eternamente à importância da história e das conquistas de Max e Sepultura.”

Vinnie Paul (HELLYEAH, ex-PANTERA, DAMAGEPLAN)


"Max é Metal! Tivemos o prazer de contar com Sepultura e Soulfly em turnês com o Pantera, e eles detonavam todas as noites. Max escreve letras fortes, e as interpreta com convicção e paixão. Seus riffs são destruidores, e ele sempre teve um som de guitarra fantástico. Em síntese, Max é um deus do Metal, que respira e vive este estilo todos os dias. Ele e suas bandas colocaram o Brasil no mapa do Heavy Metal mundial e trouxeram um novo toque tribal à cena. Então, aqui vai para Max: ‘Dente preto meu irmão’."

Mille Petrozza (KREATOR)


“Eu e Max nos conhecemos em 1985, e ele foi o meu primeiro grande amigo no Brasil. Naquela época o nome que ele utilizava era ‘Max Possessed’, e nos correspondíamos por cartas. Em um destes contatos, Igor desenhou e me enviou uma camisa do Sepultura. Jamais me esquecerei disso. Max ainda é um bom amigo, e não mudou em nada com o passar dos anos em relação à sua simplicidade. Sempre que nos encontramos em festivais, conversamos, lembramos dos velhos tempos, e nos divertimos. É muito bom reencontrá-lo. Max é um dos músicos mais criativos e humildes do Metal. Uma lenda viva.”

Kelly Shaefer (ATHEIST, NEUROTICA, UNHEARD)


"Max Cavalera é uma lenda viva, facilmente um dos artistas mais influentes do Metal. Quando nos encontramos pela primeira vez durante as gravações de 'Beneath The Remains', tive a felicidade de trabalhar com ele em uma música chamada 'Stronger Than Hate'. Escrevi algumas letras, e o ajudei na pronúncia, porque naqueles tempos ele não falava inglês nem de perto bem como o faz atualmente. Quando ouvi o resultado daquele disco, pirei com a qualidade da música do Sepultura. Eles tinham ótimos riffs, uma bateria muito pesada e intensa, e essas características unidas eram notáveis. Acho que desde então, Max influenciou muitas e muitas bandas, e vários grupos da atual cena Metal devem uma gratidão enorme a ele. Tenho total respeito por Max e suas bandas, inclusive o Soulfly. Tiro o meu chapéu a ele.”

O artigo também traz depoimentos de Vitor Rodrigues (TORTURE SQUAD), L.G. Petrov (ENTOMBED), e David Vincent (MORBID ANGEL).

Na entrevista, Max Cavalera fala de reunião com o SEPULTURA, questões judiciais acerca do uso do nome da banda, sua relação com a bandeira do Brasil, dificuldades com a imprensa brasileira, sua prisão no Hollywood Rock de 1994, o governo Lula, a carreira e o futuro do SOULFLY, a cena do Metal brasileiro nos anos 80 com DORSAL ATLÂNTICA, OVERDOSE, VULCANO, etc., e o reencontro e o novo projeto com o irmão Igor Cavalera.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 15 de janeiro de 2013
Post de 18 de agosto de 2014
Post de 04 de setembro de 2015
Post de 15 de junho de 2016
Post de 25 de novembro de 2016

AngraAngra
Rafael comenta nova fase, novo álbum e legado da banda (vídeo)

847 acessosAngra: Fabio Lione tem poderes! (making of do novo álbum)1941 acessosLione: "Nos últimos anos não vi novas bandas com ideias legais"601 acessosAngra: Fabio Lione queria ser Médico? Zoólogo?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Fabio LioneFabio Lione
Conheça a namorada e a filhinha do vocalista

AngraAngra
Ricardo Confessori fala sobre a música "Nothing to Say"

AngraAngra
De quem é o direito de fazer a Holy Tour 2016?

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Soulfly"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiko Loureiro"0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

Phil AnselmoPhil Anselmo
Vocalista mostra seu barraco em Louisiana

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

CretinCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

5000 acessosRed Hot Chili Peppers: as melhores músicas segundo o Loudwire5000 acessosTico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de Champignon5000 acessosFreedom of Expression: o tema do Globo Repórter5000 acessosScorpions: 20 situações que identificam um fã da banda5000 acessosSkid Row: Sebastian Bach de volta? Nem passou pela cabeça deles!3952 acessosMotorhead: os álbuns da banda, do pior para o melhor

Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online