Joe Bonamassa: O grande nome do blues rock da atualidade

Resenha - Driving Towards the Daylight - Joe Bonamassa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Como ficou claro já desde o início de sua carreira, o guitarrista Joe Bonassa sempre foi um prodígio da música, seja tocando sua guitarra, seja compondo com maestria, ou mesmo interpretando versões de outros músicos. E agora, com apenas 35 anos de idade, e uma fama mundial, o cara chega a seu décimo primeiro disco solo, trazendo vários covers e 3 músicas novas, e prova mais uma vez o porque de ser considerado o grande nome do blues rock da atualidade.

Separados no nascimento: Geddy Lee e Marquito do RatinhoMetallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com um produção mais uma vez impecável de Kevin Shirley (que já trabalhou várias vezes com o guitarrista, inclusive no Black Country Communion), "Driving Towards the Daylight" mostra um Joe maduro, esbanjando feeling e bom gosto em todas as 11 faixas, e, como sempre, se dedicando à musicalidade no geral, e não apenas em ficar com exibições ou virtuoses desnecessáris. Além disso, seu objetivo não é ficar procurando inovações desnecessárias, mas sim produzir música com qualidade, bem como homenagear seus ídolos.

Em relação às 3 faixas autorais, "Disclocated Boy" abre o disco com um clima bem blues, com claras influências de Stevie Ray Vaughan, e com ótimos riffs e solos, enquanto "Heavenly Soul" é mais psicodélica, e com influências de rock setentista. Mas o grande destaque mesmo é a faixa título (cujo clipe segue abaixo), uma balada emocional e repleta de arranjos e harmonias cativantes e muito bem estruturadas, embora simples, e com uma cara de hit imediato, o que não é comum nos trabalhos de Joe.

Além destas, o disco ainda traz diversos covers, com destaque para "Stones in My Passway", de Robert Johnson; " A Place in My Heart",de Bernie Marsden; "New Coat of Paint", de Tom Waits (com um show de Joe, seja nos vocais, seja nos solos fantásticos de guitarra), e "Somewhere Trouble Don't Go", de Buddy Miller, que ficou bem rock'n'roll.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assim, com esse novo disco, Joe Bonamassa mantém firme seu legado de gênio do blues rock, dando mais uma importante passo em sua excelente carreira, e provando que a boa música ainda tem espaço em qualquer canto do planeta, seja ela inovadora, ou mesmo seguindo caminhos já trilhados no passado, desde que com qualidade.

Driving Towards the Daylight - Joe Bonamassa
(2012 - Importado)

Track List:

1. Dislocated Boy
2. Stones in My Passway (Robert Johnson Cover)
3. Driving Towards the Daylight
4. Who s Been Talking? (Howlin Wolf Cover)
5. I Got All You Need (Willi Dixon Cover)
6. A Place in My Heart (Bernie Marsden Cover)
7. Lonely Town Lonely Street (Bill Withers Cover)
8. Heavenly Soul
9. New Coat of Paint (Tom Waits Cover)
10. Somewhere Trouble Don t Go (Buddy Miller Cover)
11. Too Much Ain t Enough Love (Jimmy Barnes Cover)


Outras resenhas de Driving Towards the Daylight - Joe Bonamassa

Joe Bonamassa: Mais um grande álbum de sua carreira



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Joe Bonamassa"


Guitarra: Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etcGuitarra
Pentatônica a lá Steve Vai, Petrucci, Steve Morse, Edu Ardanuy, Bonamassa, etc

Joe Bonamassa: é injusto criticar o Greta Van Fleet pelas influênciasJoe Bonamassa
"é injusto criticar o Greta Van Fleet pelas influências"


Separados no nascimento: Geddy Lee e Marquito do RatinhoSeparados no nascimento
Geddy Lee e Marquito do Ratinho

Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000Metallica
Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280