Black Sabbath: o quarto volume do Apocalipse

Resenha - Vol. 4 - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Em 1972, o BLACK SABBATH já havia lançado três clássicos absolutos do então recém parido heavy metal: se “Black Sabbath” (o primeiro álbum) havia plantado as sementes do Apocalipse, “Paranoid” e “Masters of Reality” sedimentavam o rumo daquele fantástico e inovador universo de trítonos, afinações baixas, cruzes e letras que tratavam de cutucar os grotões do inconsciente maligno nosso de cada dia.
2738 acessosAses das seis cordas: Guitarristas e suas assinaturas5000 acessosMetallica: noiva toca "Master..." na bateria no casamento

Porém, em se tratando de SABBATH, parecia sempre haver espaço para mais. Em meio a muita cocaína (inspiração para o clássico “Snowblind”), a banda lança “Vol. 4”, um petardo sonoro que misturava o som clássico da banda com generosas pitadas de progressivo.

O disco abre com "Wheels of Confusion/The Straightener", que certamente influenciou uma porção de guitarristas com suas passagens intricadas, mudanças de ritmo e riffs fantásticos (uma redundância em se tratando de TONY IOMMI). “Supernaut” e “Snowblind” mostram quanto testosterona são fundamentais para uma banda que se preze e “Changes” é, na minha opinião a balada mais legal da banda. Já “Cornucopia”, de BILL WARD, mostra o tamanho do débito que as bandas de doom metal tem com a grupo.

Os pontos fracos do disco estão na tentativa de emular algo de ZEPPELIN (“Laguna Sunrise”) que, honestamente não tem a ver com o conceito do grupo e “FX”, uma “viagem” esquisitíssima (e claro, proposital) de TONY IOMMI. “St. Vitus Dance” se enquadraria melhor em um disco mais “ensolarado”, e não em um combinado sombrio como este.

Saldo final: Nota 8,5.

Track list:

1. "Wheels of Confusion/The Straightener"
2. "Tomorrow's Dream"
3. "Changes"
4. "FX"
5. "Supernaut"
6. "Snowblind"
7. "Cornucopia"
8. "Laguna Sunrise"
9. "St. Vitus Dance"
10. "Under the Sun/Every Day Comes and Goes".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Vol. 4 - Black Sabbath

5000 acessosBlack Sabbath: os quarenta anos de "Vol. 4"

Seis cordasSeis cordas
Guitarristas e suas assinaturas

2401 acessosJimmy Copley: baterista morre aos 64 anos de idade726 acessosHeavy Lero: Black Sabbath com Ozzy, a terceira parte435 acessosSamantha Fish: guitarrista blueseira faz cover de "War Pigs"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
A polêmica capa do primeiro álbum

Guitar WorldGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock

Heavy MetalHeavy Metal
Os 10 discos essenciais lançados nos anos 1970

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de junho de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

MetallicaMetallica
Noiva toca "Master..." na bateria no casamento

Sammy HagarSammy Hagar
"Vai tomar no seu cu, Eddie! Seu mentiroso!"

SlipknotSlipknot
Root responde qual álbum o deixou viciado em Metal

5000 acessosSlash: "eu ainda amo Miojo", diz o guitarrista5000 acessosJoão Gordo: Contando para Marília Gabriela o rolê com Kurt Cobain5000 acessosSlash: "Eu sei o quanto Axl me odeia", diz guitarrista5000 acessosBruce Dickinson: vencer o câncer foi um "aprendizado de vida"5000 acessosIron Maiden: Paul Di'Anno fala sobre saúde de Clive Burr3144 acessosIron Maiden: as relações de Duna com o mundo musical

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online