Matérias Mais Lidas

Angra: Não fosse pelo Rafael, Edu e Aquiles teriam sido demitidos antesAngra: "Não fosse pelo Rafael, Edu e Aquiles teriam sido demitidos antes"

Machine Gun Kelly: ele soca homem após empurrão e é vaiado por público em festivalMachine Gun Kelly: ele soca homem após empurrão e é vaiado por público em festival

Rita Lee: pouco antes de tumor, ela passou a fumar o triplo devido à pandemiaRita Lee: pouco antes de tumor, ela passou a fumar o triplo devido à pandemia

Trivium: vocalista esculacha Machine Gun Kelly nas redes sociaisTrivium: vocalista esculacha Machine Gun Kelly nas redes sociais

Iron Maiden: foto de Paul Di'Anno em cadeira de rodas com perna inchada preocupa fãsIron Maiden: foto de Paul Di'Anno em cadeira de rodas com perna inchada preocupa fãs

Pink Floyd: Roger Waters revela a grande contribuição que ele pensa ter dado ao rockPink Floyd: Roger Waters revela a grande contribuição que ele pensa ter dado ao rock

Drogas: 4 músicos que não se lembram de terem feito alguns discosDrogas: 4 músicos que não se lembram de terem feito alguns discos

Rage Against the Machine: Estados Unidos são uma nação construída na supremacia brancaRage Against the Machine: "Estados Unidos são uma nação construída na supremacia branca"

Rita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice CooperRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

Rob Halford: o que ele pensa de Angel Of Death, do Slayer?Rob Halford: o que ele pensa de "Angel Of Death", do Slayer?

Guns N' Roses: veja banda tocando Hard Skool ao vivo pela primeira vezGuns N' Roses: veja banda tocando "Hard Skool" ao vivo pela primeira vez

Metallica: banda toca Black Album inteiro (na ordem inversa) durante festivalMetallica: banda toca "Black Album" inteiro (na ordem inversa) durante festival

Rolling Stones: Keith Richard diz qual música lado b da banda ele mais gostaRolling Stones: Keith Richard diz qual música "lado b" da banda ele mais gosta

Judas Priest: assista Kirk Hammett tocando ao vivo com a banda durante festivalJudas Priest: assista Kirk Hammett tocando ao vivo com a banda durante festival

Judas Priest: Halford explica por que touro inflável apareceu no palco durante os showsJudas Priest: Halford explica por que touro inflável apareceu no palco durante os shows


Stamp

Fight: O lado mais pesado e agressivo de Rob Halford

Resenha - War of Words - Fight

Por Thiago Pimentel
Fonte: Hangover Music
Em 29/04/12

Nota: 10

Três anos após o lançamento daquele que é um dos álbuns mais idolatrados e pesados do "Judas Priest" - 'Painkiller' (1990) -, o vocalista Rob Halford surpreenderia os fãs e a crítica abandonando a tradicional banda de heavy metal britânica para, pouco depois, anunciar seu mais novo projeto, o "Fight".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A proposta desta nova investida musical agregaria elementos diferentes dos apresentados no 'Priest', desde o ínicio Halford alertou à todos. Contudo, apesar dos anúncios e avisos, sobre as diferenças de sonoridade, a agressividade latente das composições de "War of Words" causou surpresa e críticas, no geral, positivas. Na verdade, até o visual mais 'despojado' de Halford e seus asseclas - sem as motocicletas e o couro - surpreendeu. Musicalmente, a abordagem desta nova banda visava músicas diretas, agressivas, groove e riffs pesados, bem pesados.

Na verdade, Halford não pretendia deixar o 'Priest'; porém, esta possibilidade não foi permitida - tanto pela banda quanto pelos empresários -, e a vontade de investir nesse tipo de som era tanta que, após encerrar as turnês de 'Painkiller', o vocalista não pensou duas vezes: mudou-se para o Arizona e fundou o "Fight".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Além de Halford, a banda também contaria com outra peça responsável pela gravação do álbum "Painkiller", o ótimo baterista Scott Travis - entretanto, Travis permaneceu no 'Judas Priest' -; Brian Tilse (guitarra), Russ Parrish (guitarra) e Jay Jay (baixo e backing vocals) completariam a formação responsável por lançar "War of Words".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A audição do álbum já começa de forma violenta com a direta "Into the Pit". Nesta faixa Halford exibe seus tradicionais vocais agudos, porém de uma forma ainda mais agressiva. Sim, é tão 'alto' como ele cantou em sua banda de origem, porém muito mais agressivo! Aliada a alguns riffs mais arrastados, esta faixa de abertura já denuncia a nova faceta de Rob Halford. Todavia, por possuir uma certa velocidade, 'Into the Pit' é uma das canções do disco que mais se remetem os trabalhos do 'Judas Priest'.

Em seguida, a grudenta "Nailed to the Gun" diminui a velocidade, mas o peso permanece. Esta faixa tornou-se uma das mais conhecidas da banda por conta da boa rotatividade de seu clipe na MTV. Sem perder o ritmo, temos em sequência "Life in Black" - detentora de uma das melhores performances vocais do disco e repleta de riffs bem 'sabáticos' - e "Immortal Sin" - outra boa composição que rendeu um bom clipe, porém peca apenas na repetição.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nesta altura, o ouvinte que esperaria um som próximo ao "Judas Priest" já deve ter começado a estranhar; os riffs são bem mais arrastados e os solos - possuem menos melodia, soam mais caóticos e próximos ao que bandas mais modernas faziam. A propósito, apesar destes não roubarem a cena, estão longe de serem ruins ou desnecessários.

Voltando ao disco, a sua faixa-título é uma das melhores. Em seus quase cinco minutos, consegue aliar peso em riffs cativantes que são incrivelmente sobrepostos pelos vocais de um Rob Halford inspiradíssimo! Destaco também a (incrível) performance de Scott Travis e da dupla de guitarras. Fica mais uma novidade do "Fight": aqui Halford seria o principal e único compositor, escrevendo desde letras - que estão bem mais politizadas e ácidas em relação ao 'Priest'- , até aos riffs de guitarra - que são os responsáveis por guiarem as canções.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A agressividade diminui na faixas seguintes: 'Laid to Rest" é bem soturna, arrastada; 'For All Eternity', embora tenha bastante peso, é uma balada nos moldes do metal tradicional sendo, no geral, a composição que mais remete o 'Priest'; já 'Little Crazy' apresenta elementos bem diferentes - com uso do slide e uma certa pitada de blues -, mas, no geral, é uma boa música. Novamente atento a excessiva repetição de certas faixas - principalmente durante os refrões -, pois o excesso acaba prejudicando a audição de canções.

Depois da 'pausa' apresentada pelas últimas composições, o álbum segue com faixas bem pesadas: em "Contortion" Halford explora bem os vocais médios/graves numa interpretação raivosa. A próxima faixa ("Kill It") aumenta o nível da pancadaria - tendo base em um riff simples, porém pesadíssimo e cativante -, além de apresentar variações bem sacadas - responsáveis por camuflarem a repetição - marca pelo dos excelentes vocais de apoio. O álbum tem seu encerramento com a mediana 'Vicious' seguida da excelente 'Reality, A New Beginning'.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

No geral, o álbum cumpre o papel apresentando em sua proposta, além de oferecer um som autêntico. Todavia, o único defeito é a repetição de certas partes e linhas vocais. Enfim, Halford conseguira compor um ótimo disco e, sem saber, lançou o embrião de sua futura carreira solo. Recomendado tanto para quem aprecia o lado mais pesado dos trabalhos de Halford quanto para quem os fãs de thrash/groove metal. Mesmo sem realizar guturais ou similares, Halford conseguiu mostrar que poderia se adaptar. A coragem do músico inglês é digna de aplausos; largar uma banda bem sucedida por querer experimentar é uma atitude para poucos, convenhamos.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Após "War of Words", o grupo lançou o mediano "A Small Deadly Space" (1995) e não obteve a mesma resposta da crítica e do público. O resultado foi o fim das atividades do "Fight". Curiosamente, o 'Judas Priest' - já com 'Tim Ripper Owens' nos vocais - lançaria, no futuro, um disco bem pesado, arrastado e diferente do material antigo tal como Halford queria... Vai entender.

*Em 2008 "War of Words" e "A Small Deadly Space" foram remixados e remasterizados em um box intitulado 'Into the Pit'.

Músicas-chave:
"War of Words" ; "Into the Pit" "Kill It"

Formação:

Rob Halford - vocais
Brian Tilse - guitarra
Russ Parrish - guitarra
Jay Jay - baixo
Scott Travis - bateria

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Tracklist:

1. Into the Pit 04:13
2. Nailed to the Gun 03:38
3. Life in Black 04:34
4. Immortal Sin 04:39
5. War of Words 04:29
6. Laid to Rest 04:40
7. For All Eternity 04:42
8. Little Crazy 03:49

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tunecore 2
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Judas Priest: Rob Halford explica por que saiu da banda e o que aprendeu foraJudas Priest
Rob Halford explica por que saiu da banda e o que aprendeu fora

Nerd Metal: Os 5 Maiores Frontmen do Heavy MetalNerd Metal
Os 5 Maiores Frontmen do Heavy Metal


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Thiago Pimentel

Tenta, desde meados de 2010, escrever textos que abordem as vertentes da mais peculiar - em seu ponto de vista - manifestação artística do ser humano, a música. Para tal, criou o blog Hangover-Music e contribui no Whiplash.Net. Além disso, é estudante de jornalismo, guitarrista e acredita que se algum dia o Deus metal existira, ele morreu em 13/12/2001.

Mais matérias de Thiago Pimentel.