Mork: Lugar de destaque no Black contemporâneo nacional

Resenha - Exemption - Mork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Vamos às qualidades: banda brasiliense competentíssima, habilidosa, criativa, enfim, fantástica! Além de tudo isso, ela também sabe se comportar quando o assunto é teclado: os sintetizadores de Leonardo chamam a atenção da maneira mais positiva possível, ou seja, pela proposta de aparecer de maneira discreta, mas preenchendo o som de maneira convincente e criando uma atmosfera digna de um Black Metal moderno. Um show!
5000 acessosMetallica: Bob Rock revela segredos do "Black Album"5000 acessosDi'Anno: "Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

E outros músicos são fantásticos, com destaques para o baterista Gabriel (ANIMAL, o cara toca muito!!!) e para o vocalista Samuel (timbre de voz muito bom!). Mas que fique claro que os outros músicos também mandam ver em seus respectivos instrumentos!

Além disso, os arranjos são de uma desenvoltura maravilhosa. De verdade, as estruturas de cada composição são muito bem criadas e dão uma base sólida à sonoridade da Mork. Em um instante, estão em uma quase balada e, em outro, estão repentinamente a toda velocidade e peso, estuprando nossos ouvidos.

A gravação é maravilhosa e o encarte, apesar da capa meio escura demais, também agrada, com fotos bacanas dos integrantes. Ah, e o pessoal não faz questão de usar ‘corpse paint’, ao que parece.

Entretanto, agora vêm o outro lado: com tantos aspectos positivos, o grupo acaba lembrando demais a Dimmu Borgir (em seus melhores momentos). Só que esse inconveniente na certa pode ser sanado, já que, nesse trabalho, o sexteto já provou com sobras que está afiadíssimo e é capaz de fazer muita coisa boa (mesmo!). Questão de tempo apenas para se desvencilhar dessa imagem.

Bem, mas no final das contas, o que importa é que essa banda já garantiu seu lugar de destaque no Black Metal contemporâneo nacional. Empolgante e belo, “Exemption” já está no coração infernal de quem é fã do estilo. Imperdível!

Mork – Exemption
Eternal Hatred Records – 2011 – Brasil

http://www.myspace.com/morkofficial
http://www.morkofficial.com.br

Tracklist
1. Exemption
2. Alastor
3. God Beneath My Glory
4. Unholy Inquisition
5. Vatican XIII
6. Ego Boundaries
7. Interlude of Purification
8. Make Them Suffer
9. Zeitgeist
10. Prophecy of Infidel's Curse
11. Insolence
12. Annihilation of Existence
13. Hate Eternal
14. Spiritual Extortion

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com
@som_extremo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Exemption - Mork

451 acessosMork: Climas requintados, pesadíssimos e atormentadores

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mork"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Mork"

MetallicaMetallica
Bob Rock revela segredos do "Black Album"

Paul DiAnnoPaul Di'Anno
"Harris é como Hitler e estar no Maiden é entediante!"

A7XA7X
Curiosidades sobre a banda que talvez você não saiba

5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosRock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 19915000 acessosSepultura: saiba mais sobre as visões religiosas de Derrick5000 acessosDoro Pesch: valorizando a vida por ter morrido na cadeia5000 acessosMegadeth: será que Dave Mustaine voltaria para o Metallica?5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online