Joe Thrasher: Qualidades para se tornarem referência

Resenha - Cries of War - Joe Thrasher

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Mais um grata surpresa desta nova safra de bandas de thrash metal, os canadenses do JOE THRASHER, banda formada em 2002, chegam a seu segundo lançamento, sucessor de "Metal Force" (2009), e mostrando todas as qualidades para se tornarem referência no underground metálico.

Angra: versões bizarras de músicas da bandaMetal Neoclássico: como se tornar uma estrela do gênero

Dessa vez mais madura e experiente, a banda encontrou neste novo lançamento seu estilo próprio de fazer thrash/speed metal, embora ainda sejam notórias influências que vão de TESTAMENT e D.R.I. até MOTORHEAD e VENOM. Ou seja, seguem uma linha mais Old School, com algo de crossover e elementos de heavy tradicional e rock'n'roll.

Além disso, tudo é muito básico e direto, sem grandes firulas técnicas ou passagens mais trabalhadas, e a produção também não é das mais apuradas, embora de qualidade muito boa. Mas a energia e agressividade passada pelas canções já é suficiente para tornar a audição do disco algo especial, ficando latente a paixão dos músicos envolvidos pelo estilo em questão.

O disco já abre com a faixa título, um verdadeiro "arrasa quarteirão", com belos riffs e com um grande trabalho do baterista Jim Shurben, principalmente em algumas passagens de pedal duplo, além de coros memoráveis. E daí por diante o trabalho segue esta linha, sendo que a banda não traz muitas variações, mas é muito competente no que se propõe a fazer, como podemos perceber em faixas como "Hell Hounds", "Life Erodes" (que riffs!), "Metal'till You Puke" (com uma certa influência de power metal) e "Canadian Metal" (numa mistura insana de JUDAS PRIEST na fase "Painkiller", Punk Rock e MOTORHEAD).

Trata-se, pois, de belo registro, que deverá, como dito, agradar em cheio os fãs de thrash metal em geral. Se você não espera por novidades, mas apenas por boas músicas para ter momentos de diversão, fica aqui a dica: esteja com o pescoço preparado, e escute o JOE THRASHER no volume mais alto, não tem como errar!

Cries of War - Joe Thrashser
(2011 - HME Productions - Importado)

Formação:
Scott Wark: Vocals and Bass
Matt Ingram: Guitars and backups
Jim Shurben: Drums and backups

Track List:
1. Cries of War
2. Homicide
3. Hell Hounds
4. Leatherhead
5. Life Erodes
6. This Is a Test
7. Metal 'til You Puke
8. Out for Blood
9. We Are the Ones
10. Canadian Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Joe Thrasher"


Angra: versões bizarras de músicas da bandaAngra
Versões bizarras de músicas da banda

Metal Neoclássico: como se tornar uma estrela do gêneroMetal Neoclássico
Como se tornar uma estrela do gênero

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas

Pink Floyd: as 10 melhores escolhidas pela Ultimate Classic RockPink Floyd
As 10 melhores escolhidas pela Ultimate Classic Rock

Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal

SOAD e Beethoven: Um mashup incrível em show de talentosSOAD e Beethoven
Um mashup incrível em show de talentos

Jason Bonham: tento tocar no máximo de minha habilidadeJason Bonham
"tento tocar no máximo de minha habilidade"


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.