Wishbone Ash: Constância invejável durante quatro décadas

Resenha - Elegant Stealth - Wishbone Ash

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Embora tenha figurado entre as mais populares bandas da década de 1970, muitos desconhecem a importância que as guitarras gêmeas do Wishbone Ash proporcionaram às bandas de Rock'n'Roll do planeta - para se ter uma ideia, nomes de peso como Thin Lizzy, Judas Priest, Iron Maiden e até mesmo o Lynyrd Skynyrd já se declararam influenciados pelos trabalhos desta banda britânica.

Por pouco: 15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhorAC/DC: os últimos dias do vocalista Bon Scott

O fundador, vocalista e guitarrista Andrew Powell esteve em freqüentes turnês nos últimos anos, devidamente acompanhado por um time de primeira, o que foi decisivo para se atingir os resultados de "Elegant Stealth", seu 23° de estúdio. O Wishbone Ash simplesmente não se cansa de brincar com as sutilezas do rock clássico, blues e progressivo, ainda que as características desta proposta estejam conscientemente alinhadas com as possibilidades tecnológicas atuais.

Mesmo tendo pelo caminho alguns arranjos mais complexos, cada uma das 11 faixas bem distintas entre si visam claramente a descontração, onde os admiradores das guitarras encontrarão ótimos solos, com Powell e o finlandês Muddy Manninen em uma interação digna da história da banda - atentem para "Mudslick", que inclusive traz no Hammond o mestre Don Airey (Deep Purple). Ainda em termos de solos, também é impossível não mencionar "Reason To Believe" (grande coro!) e "Tears Warm"; além da veia jazzística de "Searching For Satellites" ou a técnica empregada na construção de "Heavy Weather".

Mesmo com os naturais reveses, o Wishbone Ash seguiu lançando discos com uma constância invejável nas últimas quatro décadas e continua fazendo bonito com o fascinante "Elegant Stealth". Curiosamente, este é um registro tão coerente que já vem sendo considerado como o melhor trabalho desde o clássico "Argus" (72). Exagero da mídia gringa? Fica a sugestão em o leitor conferir e tirar suas próprias conclusões...

Contato: www.wishboneash.com

Formação:
Andrew Powell - voz e guitarra
Muddy Manninen - guitarra
Bob Skeat - baixo
Joe Crabtree - bateria

Convidados:
Don Airey - hammond em "Mudslick"
Pat McManus - flauta em "Man With No Name"

Wishbone Ash - Elegant Stealth
(2011 / ZXY Music - importado)

01. Reason To Believe
02. Warm Tears
03. Invisible Thread
04. Man With No Name
05. Searching For Satellites
06. Give It Up
07. Heavy Weather
08. Mudslick
09. Big Issues
10. Migrant Worker
11. Can't Go It Alone




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Wishbone Ash"


Por pouco: 15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhorPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

AC/DC: os últimos dias do vocalista Bon ScottAC/DC
Os últimos dias do vocalista Bon Scott

Creed: nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling StoneCreed
Nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling Stone

Roadrunner: os melhores frontmen de todos os temposRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Separados no nascimento: Joe Satriani e Lord VoldemortSeparados no nascimento
Joe Satriani e Lord Voldemort

Eddie Trunk: os álbuns que marcaram o apresentadorEddie Trunk
Os álbuns que marcaram o apresentador

Metal: Acha que está morto? É tudo culpa sua!Metal
Acha que está morto? É tudo culpa sua!


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336