Division Hell: Acima do que costumamos ouvir em debuts

Resenha - ApokaliptikA - Division Hell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Vez ou outra aparece por aqui alguma demo que, realmente, já vai deixando uma marca profunda logo na primeira audição... O Division Hell surgiu na Curitiba (PR) de 2009, das cinzas de uma das mais antigas bandas da região, o Legion Of Hate, cuja experiência certamente ajudou a consolidar a impressionante qualidade deste seu primeiro registro, "ApokaliptikA".

O Division Hell não faz nada de novo, mas possui uma química e coesão que impulsiona cada uma das três canções vários níveis acima do que estamos acostumados a ouvir no primeiro trabalho da maioria das bandas. Heavy Metal que tem sua raiz no Death, mas abraça grandes doses de Thrash e ainda flerta com o Black; e, no meio de toda esta distorção, conta um vocalista com um desempenho tão cavernoso que remete diretamente ao Jan-Chris De Koeijer (Gorefest).

publicidade

Com um som bem atualizado, o Division Hell simplesmente sabe como trabalhar suas influências, sabe onde ser veloz e cadenciado, e frequentemente fugindo do lugar-comum. Acha exagero? Escutem a faixa-título, o destaque absoluto desta demo... Se os paranaenses conseguirem manter esse nível para seu primeiro álbum completo (que já demorou), as chances de o Division Hell conseguir um selo para distribuição são consideráveis. Desde já "ApokaliptikA" se revela a melhor demo nacional que passou pelas mãos deste escriba em 2011!

publicidade

Contato: www.myspace.com/divisionhellbrasil

Formação:
Ubour - voz e guitarra
Renato Rieche - guitarra
Gino Gaier - baixo
Eduardo Oliver - bateria

Division Hell – ApokaliptkA
(2011 / CD-demo – nacional)

01. ApokaliptikA
02. Pray & Cry
03. Flesh Blood Desire


Outras resenhas de ApokaliptikA - Division Hell

Division Hell: Apokaliptika esbanja categoria e competência

Division Hell: Impressionante o vigor que emana das faixas

Division Hell: Death Metal com flerte enorme com o Thrash




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Sebastian Bach e Fernanda LimaSeparados no nascimento
Sebastian Bach e Fernanda Lima

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin