Hugin Munin: Viking Metal de grande qualidade

Resenha - Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods - Hugin Munin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Ver Acessos


É impressionante observarmos os trabalhos de algumas bandas. Em geral, após o lançamento de alguns EP's, fazem uma estreia grandiosa. Um primeiro álbum que acaba sendo não somente bem produzido, mas que também conta com músicas excelentes. Vindos da cidade de Santos, o HUGIN MUNIN não foge a esta regra.

Lemmy: tatuagens, política, strippers e atrizes pornôMilho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?

Depois de lançarem os EP's A Viking Funeral, Raven's Empire, Die for Odin e Heroes Rise, a banda surge com o CD Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods, um trabalho que pode ser classificado como marcante em vários aspectos, que vão desde a produção gráfica até as composições. Viking Metal de grande qualidade e que se preocupa mais com o peso do que com a velocidade.

De maneira geral, o álbum é grandioso, mas há faixas que se destacam bastante, a exemplo de "Warbound", que tem um baixo bem audível e, após os 3 minutos, apresenta uma rápida variação rítmica contando com riffs arrastados, além de um bom solo. Já em "Once in the Grave" encontramos um andamento mais lento e um solo interessante. Vale ressaltar também a voz de Surt, vigorosa e agressiva ao longo das dez faixas deste trabalho, tornando-se assim um ponto muito característico no som do grupo e contribuindo para criar uma sonoridade bastante densa.

Não podemos deixar de mencionar a ótima "Ring of the Nibelung", a maior e melhor música deste álbum e, como se trata da última, podemos afirmar que fecham a obra com chave de ouro. Com 20 minutos de duração, variações rítmicas, clima soturno, riffs lentos e melancólicos, a canção conta também com a presença de alguns vocalistas convidados: Luciana Campos da banda Intrisicum, Neurg e Bardauk do grupo alemão Waldwind e Goatherion da Wrinkled Witch.

Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods é um álbum forte, intenso, pesado, que traz uma banda promissora e que pode se tornar uma referência no Viking Metal dentro e fora do nosso país. Confira.

Banda: Hugin Munin
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods
Ano: 2011
Estilo: Viking Metal
Gravadora: Independente

Line-up:
Surt - Vocal
Thorgrim - Guitarra
Hjalmar - Guitarra
Sigurd - Baixo
Modi - Bateria

Faixas:
1. Hugin Munin
2. Warbound
3. Down To Niflheim
4. Hel
5. Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods
6. Once in the Grave
7. Death or Glory
8. The Raven Clan
9. Swords Speak Louder than Words
10. Ring of the Nibelung
Part I - The Rine Gold
Part II - The Valkyrie
Part III - Sigfried
Part IV - Twilight of the Gods

Sites:
http://www.huginmuninempire.com/
http://www.myspace.com/huginmuninbr
http://www.facebook.com/huginmuninbr
http://twitter.com/huginmuninmetal


Outras resenhas de Ten Thousand Spears for Ten Thousand Gods - Hugin Munin

Hugin Munin: Viking Metal com personalidade sonora própria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hugin Munin"


Lemmy: tatuagens, política, strippers e atrizes pornôLemmy
Tatuagens, política, strippers e atrizes pornô

Milho Wonka: quem são os Posers do Rock hoje em dia?Milho Wonka
Quem são os Posers do Rock hoje em dia?

Slash: guitarrista fala sobre a origem da sua cartolaSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor

Heavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiramHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram

Dire Straits: Sultans Of Swing, ainda irretocável décadas depoisDire Straits
Sultans Of Swing, ainda irretocável décadas depois

Iron Maiden: um brasileiro registrado com o nome da bandaIron Maiden
Um brasileiro registrado com o nome da banda


Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336