Sodomizer e Hellkomander: Metal subversivo e sem frescuras

Resenha - Making The Devil Work - Sodomizer / Hellkommander

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Quando alguns músicos são bons companheiros, é natural que acabem por se envolver em mais de um projeto e surjam splits como este "Making The Devil Work"… No caso, o guitarrista Poison Hell e o baixista Leatherface se dedicam simultaneamente ao Sodomizer e Hellkommander, bandas do Rio de Janeiro que estão na ativa respectivamente desde 1999 e 2005 e com álbuns lançados oficialmente por selos nacionais e gringos. Ou seja, são caras veteranos e dedicados ao underground!

Em "Making The Devil Work", o Sodomizer apresenta quatro faixas do seu chamado Speed Devil Metal (rótulo que tem tudo a ver com a proposta!), verdadeiras trilhas sonoras do horror macabro que captam com folgas todo o espírito da década de 1980. Sua fusão de Speed e Thrash Metal é impressionante, visceral e com uma selvageria que não dá tréguas, tendo na espetacular "The Call Of The Beast" um dos momentos de maior impacto no espaço que lhe é devido no disco.

publicidade

Já o Hellkommander também possui uma abordagem old school, mas com arranjos mais diretos e que tem no Motorhead uma inegável influência. A distorção é um absurdo e as cinco faixas conseguem ser inacessíveis, mas imediatamente grudentas, em especial pelos riffs muito bem sacados. A coisa é meio diabólica e tão empolgante que se torna uma tarefa ingrata selecionar destaques, mas, por ora, "Fuck The World" está forçando este escriba a acionar a tecla ‘repeat’ algumas vezes...

publicidade

Além do split "Making The Devil Work" que está chegando ao mercado através da iniciativa da Morbid Tales Records, vale lembrar que o Sodomizer também está lançando agora seu terceiro álbum de estúdio, "Jesus Is Not Here Today", enquanto o Hellkommander está tirando do forno (ou do inferno?) a nova prensagem de "Death To My Enemies", seu debut de 2007. Um pacotaço indispensável ao público ‘die hard’ que não abre mão de Heavy Metal subversivo e sem frescuras!

publicidade

Sodomizer:
http://www.myspace.com/thetruesodomizer

Warlock - voz e guitarra
Poison Hell - guitarra
Leatherface - baixo
Zombie - bateria

Hellkommander:
http://www.myspace.com/hellkommander

Poison Hell - voz e guitarra
Leatherface - baixo
Adrameleck - bateria

publicidade

Sodomizer / Hellkommander - Making The Devil Work
(2011/ Morbid Tales Records – nacional)

Sodomizer:
01. Desespero
02. The Call Of The Beast
03. Instrumental
04. When The Cannibals Attack

Hellkommander
05. Steal, Rape, Kill, Burn
06. Swear To Satan
07. Fuck The World
08. Unleashed Carnage
09. On Thousand Years Of Death


Outras resenhas de Making The Devil Work - Sodomizer / Hellkommander

Sodomizer e Hellkommander: O Split das bandas cariocas




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Top 5: Os roqueiros mais chatos da históriaTop 5
Os roqueiros mais chatos da história

Mayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011Mayhem
Banda levou restos humanos para o palco em 2011


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin