Cavalera Conspiracy: Ainda não mata a ansiedade dos bangers

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Bruce
Enviar Correções  


Para os desavisados, Cavalera Conspiracy é o espólio do falido Sepultura. Enquanto Andreas Kisser e Paulo Júnior enlameiam o nome de uma banda donde seus criadores pularam fora, os irmãos Cavalera (Max & Igor) miram no futuro, desdenhando do atual caminho trilhado por estes usurpadores.

Sepultura: veja vídeo de "Mindwar" em playthrough da quarentenaAs piores tatuagens de rockstars

A estréia mundial veio com Inflikted (2008), aquele massacre thrash com metal grosso-calibre de faixas como "Black Ark" e "Sanctuary". Neste hiato fizeram o que sabiam de melhor: excursionar e, no caso de Max, manter a áurea de quase inacessível. Com seu visual mendigo-viciado-em-crack-vestido-de-Adidas segue com pinta de messias do metal. Às vezes acerta.

Não foi o caso neste "Blunt Force Trauma" (termo médico para um dano corporal não-perfurante). O que mais senti falta foram os riffs redentores, uma marca do Cavalera Conspiracy, a transformar faixas comuns em algo acima da média. As onze faixas autorais não matam a enorme ansiedade dos headbangers pela ‘salvação’ redentora do gênero. Economizaram tempo & solos em "Rasputin", "Target", "Torture" num caldo insosso, engrossado pela curta & bela faixa título, que me causou comoção metálica pelo magnífico duo de guitarras levado até o fim da música. "I Speak Hate" (bom thrash metal), serviu de consolo & alento para este disco somente regular.

Se o CD début foi um passo largo na conquista de espaço, BFT permanece mostrando ao mundo que há uma esperança para este gênero estagnado, mas a salvação ainda não chegou.


Outras resenhas de Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera ConspiracyResenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera ConspiracyResenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera ConspiracyResenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sepultura: veja vídeo de Mindwar em playthrough da quarentenaSepultura
Veja vídeo de "Mindwar" em playthrough da quarentena

Andreas Kisser: Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundoAndreas Kisser
Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundo

Resenha - Quadra - SepulturaResenha - Quadra - Sepultura

Sepultura: versão de quarentena de "Resistant Parasites"

Max Cavalera: Veio essa porra desse vírus e ferrou tudoMax Cavalera
"Veio essa porra desse vírus e ferrou tudo"

Sepultura: Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.Sepultura
Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.

Sepultura, Kiss, Madonna e outros: Guitarristas gravam cover beneficente do The PoliceSepultura, Kiss, Madonna e outros
Guitarristas gravam cover beneficente do The Police

Sepultura: veja a banda tocando Kairos na quarentenaSepultura
Veja a banda tocando "Kairos" na quarentena

Rush: Derrick Green relembra foto com Geddy e Alex na primeira turnê deles no BrasilRush
Derrick Green relembra foto com Geddy e Alex na primeira turnê deles no Brasil

Eloy Casagrande: Andre Matos foi o primeiro a me dar chance de virar profissionalEloy Casagrande
"Andre Matos foi o primeiro a me dar chance de virar profissional"


Metal Hammer: As melhores músicas da história do Death MetalMetal Hammer
As melhores músicas da história do Death Metal

Sepultura: coverizando Ciranda Cirandinha no FantásticoSepultura
Coverizando "Ciranda Cirandinha" no Fantástico


As piores tatuagens de rockstarsAs piores tatuagens de rockstars

Max Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merdaMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda



adWhipDin adWhipDin