Matérias Mais Lidas

Marcelo Barbosa diz que seu curso online de guitarra dá mais dinheiro que o AngraMarcelo Barbosa diz que seu curso online de guitarra dá mais dinheiro que o Angra

Eric Clapton: o que ele acha de ter tirado esposa de George Harrison?Eric Clapton: o que ele acha de ter tirado esposa de George Harrison?

A divergência de Roger Waters e David Gilmour sobre clássico Comfortably NumbA divergência de Roger Waters e David Gilmour sobre clássico "Comfortably Numb"

Slash: a mudança que aconteceu com Axl que tornou tudo diferente no Guns N' RosesSlash: a mudança que aconteceu com Axl que tornou tudo diferente no Guns N' Roses

A sincera opinião de Lemmy Kilmister sobre Christina AguileraA sincera opinião de Lemmy Kilmister sobre Christina Aguilera

A opinião de Diva Satanica, da Nervosa, sobre Tatiana Shmailyuk do JinjerA opinião de Diva Satanica, da Nervosa, sobre Tatiana Shmailyuk do Jinjer

Mãe de Cazuza conta invertida que tomou do filho ao perguntar sobre sua sexualidadeMãe de Cazuza conta invertida que tomou do filho ao perguntar sobre sua sexualidade

Kiko Loureiro: o que o guitarrista do Megadeth pensa de quem o chama de arroganteKiko Loureiro: o que o guitarrista do Megadeth pensa de quem o chama de arrogante

A sincera opinião de Regis Tadeu sobre Lemmy Kilmister (Motörhead)A sincera opinião de Regis Tadeu sobre Lemmy Kilmister (Motörhead)

O dia que Jimi Hendrix abriu show com música dos Beatles e Paul McCartney assistiuO dia que Jimi Hendrix abriu show com música dos Beatles e Paul McCartney assistiu

Frank Bello rasga elogios ao Metallica; Eles são, sem dúvida, a maior banda do mundoFrank Bello rasga elogios ao Metallica; "Eles são, sem dúvida, a maior banda do mundo"

Nirvana: o dia que Cobain se enrolou todo para explicar significado do nome da bandaNirvana: o dia que Cobain se enrolou todo para explicar significado do nome da banda

Marcelo D2 voltou a ouvir thrash metal por conta de Fernanda Lira, da banda CryptaMarcelo D2 voltou a ouvir thrash metal por conta de Fernanda Lira, da banda Crypta

Beatles: como o encontro com Bob Dylan transformou a ambosBeatles: como o encontro com Bob Dylan transformou a ambos

Os 20 maiores solos de guitarra de todos os tempos, segundo os leitores da Guitar PlayerOs 20 maiores solos de guitarra de todos os tempos, segundo os leitores da Guitar Player


Stamp

Cavalera Conspiracy: "Blunt Force Trauma" é um discaço

Resenha - Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Por Ben Ami Scopinho
Em 26/05/11

Nota: 8

Por motivos óbvios, foi natural que parte do público ligasse o antigo Sepultura ou o próprio Soufly a "Inflikted", o debut que os irmãos Cavalera liberaram em 2008. Pois bem, agora está chegando ao mercado nacional "Blunt Force Trauma", um sucessor que mostra o Cavalera Conspiracy procurando se estender para além da violência do Thrash Metal, Hardcore e Punk proporcionada por seu antecessor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É claro que "Blunt Force Trauma" mantém muitos dos conhecidos elementos nas estruturas de suas composições, em especial o Thrash e Hardcore, e tudo com aquela simplicidade que há tempos se comprovou atraente. Se não há muito espaço para Igor explorar sua fissura tribal, ou os riffs sejam apenas eficientemente genéricos, é nos solos de guitarra onde reside um dos pontos positivos de "Blunt Force Trauma", com Marc Rizzo mostrando definição e explorando as melodias com muito bom gosto.

E essas melodias também estão espalhadas pelo corpo de várias faixas, e empregadas de tal forma que até conseguem amenizar parte a faceta realmente extrema e tão típica de Max. Investindo com força no groove, o resultado é um repertório com um dinamismo que não se encontrava no disco anterior e, sem ser particularmente inovador ou original, o Cavalera Conspiracy mostrou que vai fazer as coisas como desejar, independente das críticas que surjam por aí.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assim, desde a muita velocidade de "Trasher", com algumas passagens tipicamente Death Metal; a mais moderna "I Speak Hate"; "Lynch Mob", que tem como convidado Roger Miret (Agnostic Front) dividindo as vozes com Max, o que a distingue do resto do repertório; ou a excelente "Genghis Khan", são exemplos de muita diversidade e atrairão os mais variados gostos entre o público.

Curiosamente, Max alardeou por aí que este novo álbum faz com que o "Inflikted" soasse como música pop. Um exagero típico... A realidade é que, mesmo sendo muito agressivo, a adoção dessas tais melodias aí poderão ser um motivo para a discórdia entre as diferentes gerações de fãs. Mas, enquanto alguns ficam discutindo os prós e contras, outros passarão o tempo curtindo "Blunt Force Trauma", que se revelou um discaço!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Contato: www.myspace.com/cavaleraconspiracy

Formação:
Max Cavalera - voz e guitarra
Marc Rizzo - guitarra
Johny Chow - baixo
Igor Cavalera - bateria

Cavalera Conspiracy – Blunt Force Trauma
(2011 / Roadrunner Records - nacional)

01. Warlord
02. Torture
03. Lynch Mob
04. Killing Inside
05. Thrasher
06. I Speak Hate
07. Target
08. Genghis Khan
09. Burn Waco
10. Rasputin
11. Blunt Force Trauma

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Blunt Force Trauma - Cavalera Conspiracy

Cavalera Conspiracy: Mais Sepultura do que eles própriosCavalera Conspiracy
Mais Sepultura do que eles próprios

Cavalera Conspiracy: Groove Metal com uma pegada agressiva

Cavalera Conspiracy: Ainda não mata a ansiedade dos bangers

Cavalera Conspiracy: Deve causar alvoroço em todo planetaCavalera Conspiracy
Deve causar alvoroço em todo planeta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Max Cavalera explica como consegue compor para tantas bandas e projetos diferentesMax Cavalera explica como consegue compor para tantas bandas e projetos diferentes

Max Cavalera ficou feliz da vida após Lemmy e Dave Grohl elogiarem Roots, do SepulturaMax Cavalera ficou feliz da vida após Lemmy e Dave Grohl elogiarem "Roots", do Sepultura

Cavalera Conspiracy: palmeirenses, Iggor e Max celebram título da LibertadoresCavalera Conspiracy: palmeirenses, Iggor e Max celebram título da Libertadores

Max Cavalera: saiba porque ele dedica seus álbuns a Deus (vídeo)Max Cavalera: saiba porque ele dedica seus álbuns a Deus (vídeo)


Donald Trump: o que Max e Igor Cavalera pensam a respeito dele?Donald Trump: o que Max e Igor Cavalera pensam a respeito dele?

Max Cavalera: Se pararmos de tocar ao-vivo, eles venceram!Max Cavalera: "Se pararmos de tocar ao-vivo, eles venceram!"

Iggor Cavalera: por que ele recusou convite para entrar no Guns N' RosesIggor Cavalera: por que ele recusou convite para entrar no Guns N' Roses


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.