Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemMetallica vai lançar toca discos super invocado, que obviamente custará uma fortuna

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer


Stamp

Crushing Sun: Heavy Metal extremo, versátil e old school

Resenha - Tao - Crushing Sun

Por Ben Ami Scopinho
Em 07/03/11

Nota: 8

E olha a Major Label Industries trabalhando em prol das bandas lusitanas! Um dos mais recentes nomes que está lançando disco sob sua tutela é o Crushing Sun, novato na ativa desde 2004 e que havia participado somente do split "Bipolar" (08) com o conterrâneo E.A.K.. Apesar das dificuldades inerentes ao underground de qualquer nação, os caras estão na luta e marcando agora sua estreia com "Tao", um trabalho que claramente evita as sonoridades oferecidas pelas bandas que conquistaram maior sucesso comercial.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Ainda que transite pelos limites violentos do Heavy Metal extremo, o Crushing Sun possui perspectivas musicais consideravelmente amplas, e cada um de seus músicos soube como trabalhar toda essa versatilidade de forma a fugir do óbvio. Algo que também conta a favor de "Tao" é que, mesmo que as estruturas de suas composições sejam construídas de forma bastante sofisticada, ainda assim a audição consegue transpirar uma saudável atmosfera 'old school'.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Tenso, obscuro e meio atmosférico, os portugueses mudam bastante o andamento das canções, mas não parecem possuir interesses em virtuosismos, e sim na funcionalidade do repertório. E a banda exibe um monte de ideias arrojadas ao longo dos 50 minutos, como na quase progressiva "The End"; em "Jane's Trail", com melodias inesperadas e mais do que especiais; ou ainda em "12379 Seconds", com um esforçado trabalho de guitarras e bateria. Há muito para ser considerado neste disco!

Meio ‘disarmônico’, parte da crítica insiste em comparar "Tao" com alguns trabalhos do Gojira ou Neurosis... Guardadas as devidas proporções, até pode ser, mas o Crushing Sun possui atributos para se desvencilhar de comparações mais aprofundadas e potencial mais do que suficiente para atrair o interesse de um público bastante diversificado. Uma promissora e delirante surpresa lá de Portugal, e este é apenas seu primeiro disco. Que venham muitos outros!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Contato: www.myspace.com/crushingsun

Formação:
Bruno Silva - voz
Paulo Lopes - guitarra
Rui Pinto - baixo
Marco S. - bateria

Crushing Sun - Tao
(2010 / Major Label Industries - importado)

01. Rain
02. Cantilever
03. The End
04. Jane's Trail
05. T. Hatcher
06. 12379 Seconds
07. Love
08. 20 to 22.000 Hertz
09. 37º+ Celsius
10. Grey Scent
11. Strip And Deceit

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.