CellOut: Assumindo vaga deixada pelo Korn e Limp Bizkit

Resenha - Superstar Prototype - CellOut

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E olha a versátil Suécia mostrando mais uma de suas crias... Já atuando pela região de Estocolmo há alguns anos, e inclusive tendo liberado um EP com quatro faixas em 2004, certamente o CELLOUT suou muito com toda a modernidade de sua proposta, mas, finalmente, está conseguindo estrear com "Superstar Prototype", via Nuerra Records. O grupo realmente investiu neste trabalho para que tivesse maiores chances de não passar despercebido perante a mídia.
5000 acessosPato Donald cantando The Number of the Beast5000 acessosNirvana: Hard rockers comentam impacto de Nevermind

Para tal, além de contatarem Michael Phelan para a produção, foi ninguém menos do que Ulrich Wild (Pantera, Deftones, Static-X) o responsável pela mixagem: o resultado final é digno de uma banda com muito tempo de estrada. O estilo do CellOut? Bom, junte tudo o que há de moderninho, principalmente o que a terra do Tio Sam insistiu com o tão maltratado New Metal, some algumas bem-vindas vibrações europeias e o leitor terá um resultado bem próximo...

Certamente seus ambiciosos músicos dominam sua área. Apesar de bastante pesado em sua totalidade, uma das prioridades por aqui é usar e abusar das melodias, em especial pela forma como são exploradas as vocalizações e também pelo competente trabalho por parte de seus guitarristas. Os barulhinhos eletrônicos pipocam a todo o momento, mas, ao final do dia, destaca-se especialmente a abertura 'grooveada' "Dark Days", seguida de perto por "Breathe" e "Set Things Straight", e bem de longe por "All My Demons Inside".

"Superstar Prototype" possui considerável propensão para a diversidade e, assim, uma audição bem dinâmica. Inegavelmente, é um estilo maldito, mas ainda que não seja uma cópia, possui aquela nódoa alternativa que poderá encontrar maiores simpatias pela fatia do público que se sente meio solitária depois de Korn e Limp Bizkit sumirem do mainstream. Se este é você, procure conhecer, pois há coisa interessante por aqui!

Contato: www.myspace.com/cellout

Formação:
Percy Mejhagen - voz e guitarra
Robert Monegrim - guitarra
Anders Sevebo - baixo
Martin Karlsson - bateria

CellOut - Superstar Prototype
(2010 / Nuerra Records - importado)

01. Dark Days
02. All My Demons Inside
03. The Gift
04. Flooded
05. Set Things Straight
06. Blow
07. Breathe
08. As I Fall
09. Fake
10. In My Arms
11. The Tragedy In You

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Superstar Prototype - CellOut

379 acessosCellOut: Para quando se quer ouvir algo diferente344 acessosCellOut: Esforçado, mas nem perto de atingir a sua proposta

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "CellOut"

HumorHumor
Pato Donald cantando The Number of the Beast

NirvanaNirvana
Hard rockers comentam impacto de Nevermind

KissKiss
Enganaram Paul Stanley na hora de servir a feijoada

5000 acessosBanda cristã explica a proximidade com o Behemoth5000 acessosSteven Tyler: "Há álbuns que prefiro esquecer"5000 acessosBig Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferida3768 acessosMetallica x Reverend: a oração que ambas bandas usaram em letra5000 acessosIron Maiden: e se a Donzela fosse trilha de Bollywood?5000 acessosTop 10: Álbuns conceituais

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online