Woslom: inteligência somada a mentalidade Thrash furiosa

Resenha - Time To Rise - Woslom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


Mais Thrash Metal direto dos calabouços da capital paulista! O Woslom começou suas atividades em 1997 e, assim como sua formação mudou constantemente ao longo dos anos, a sonoridade também foi ficando cada vez mais pesada e adquirindo todos os contornos do Thrash Metal. Mas foi apenas depois de uma década, cinco demos e a participação em várias compilações que Fernando Oster (bateria) e Francisco Stanich (baixo) – os únicos membros da formação original – decidiram seguir com sua carreira de forma realmente profissional.

Para tal, ajustaram-se alguns entraves e preparou-se uma série de composições para marcar sua estreia com o independente "Time To Rise", que combina inteligência à mentalidade furiosa inerente ao Thrash, permanecendo fiel às inconfundíveis raízes do estilo enquanto soa surpreendentemente atualizado. E, algo interessantíssimo é o fato de que, mesmo dando ênfase à agressividade, existe espaço para ocasiões mais otimistas e cativantes, o que confere uma tônica toda especial ao repertório.

publicidade

Individualmente, merece destaque a atuação de Silvano Aguilera, cujo timbre é uma mescla aproximada de James Hetfield (Metallica) e Chuck Billy (Testament) e, principalmente, o atraente domínio exercido sobre os riffs e solos por parte de seus guitarristas. Há tantas boas ideias aplicadas na construção das canções que a peçonhenta "Power" e "Checkmate" nem parecem cronometrar longos nove minutos... Tudo é cercado de dinamismo e diversidade, tendo em "Time To Rise" (com direito a vídeo!), "Soulless (S.O.T.D.)" e "Mortal" alguns outros edificantes exemplos de um Thrash Metal monstruoso, em todos os sentidos da palavra.

publicidade

A produção é fruto dos esforços do próprio Woslom, que se revelou atencioso em relação aos detalhes de cada instrumento e optou por um áudio bem 'na cara' e sem demasiados floreios, que é o que o estilo necessita. Mesmo que muita coisa por aqui seja inegavelmente influenciada pelo Metallica dos bons tempos, "Time To Rise" comprova que o velho Thrash ainda tem muito a oferecer a quem curte todo o tribalismo do mosh. Pode conferir, esta é uma banda que está trilhando por um caminho promissor!

publicidade

Contato:
http://www.woslom.com
http://www.myspace.com/woslom

Formação:
Silvano Aguilera - voz e guitarra
Rafael Iak - guitarra
Francisco Stanich Jr - baixo
Fernando Oster - bateria

Woslom - Time To Rise
(2010 / independente – nacional)

publicidade

01. Time To Rise
02. Soulless (S.O.T.D.)
03. Power & Misery
04. The Deep Null
05. Mortal Effect
06. Despise Your Pain
07. Downfall
08. Checkmate
09. Beyond Inferno


Outras resenhas de Time To Rise - Woslom

Woslom: Thrash Metal proposto funciona muito bem

Woslom: potencial para se tornar referência no Thrash

Woslom: Bebendo na sonoridade característica da Bay Area




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São PauloMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo

Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin