RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemLed Zeppelin e a bateria que ninguém acreditava que um ser humano conseguiria tocar

imagemJovens sem noção vandalizam o lugar da capa de estreia do Black Sabbath

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemArch Enemy e Behemoth tocarão no Brasil em novembro; confira datas e locais

imagemO hit da Legião Urbana que utiliza recurso sonoro consagrado pelos Beatles

imagemJô Soares comprou uma obra de arte do Rock por causa do Regis Tadeu

imagemLars Ulrich sobre "Fade to Black": Frequentemente sinto haver dois Metallicas

imagemA curiosa ligação vocal entre Ney Matogrosso e Andre Matos, segundo Bruno Sutter

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemJoão Gordo explica porque Anitta está fazendo o que as bandas de Rock deviam fazer

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemO curto e grosso motivo pelo qual Zappa vetava que seus músicos usassem coisas químicas

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemDee Snider diz que faliu na década de 1990 e fingia ser outra pessoa


Stamp
2022/07/09

Four Horsemen: para os amantes de sonoridades setentistas

Resenha - Daylight Again (21st Anniversary) - Four Horsemen

Por Ben Ami Scopinho
Em 18/12/09

Nota: 8

O tempo passa rápido mesmo... Ainda que tenha iniciado sua trajetória em 1988, o norte-americano The Four Horsemen encontrou a fidelidade entre os amantes de sonoridades setentistas com seus dois ótimos álbuns, "Nobody Said It Was Easy" (91) e "Gettin' Pretty Good... At Barely Gettin' By..." (96). Mas infelizmente alguns de seus músicos morreram tragicamente em função dos excessos que escolheram para suas vidas e a banda encerrou as atividades em 1998.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agora, em comemoração ao 21º aniversário de sua fundação, o The Four Horsemen está relançando seus antigos registros devidamente remasterizados e com bônus, além de também estar liberando este "Daylight Again". Ainda que inéditas ao público, estas canções não são realmente novas, pois foram compostas logo após o lançamento de seu primeiro disco, quando alguns problemas internos – novamente o vocalista Starr foi preso por posse de drogas – fizeram com que o futuro da banda se tornasse indefinido.

Assim, enquanto se aguardava o desenrolar dos acontecimentos, o guitarrista Haggis estava numa fase de grande criatividade e, contagiando alguns dos outros membros do The Four Horsemen, se mandaram para New York e gravaram este material. Contando então com o velho conhecido Tim Beattie, cantor de Soul (!!!) e multi-instrumentista, o fato é que as novas canções possuíam conscientemente uma abordagem bem diferente do Blues regado à Rock Pesado apresentado no primeiro disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas esta reorientação é um problema? Não mesmo! Novamente calcado na veia setentista, a influência do AC/DC deu espaço a algo próximo do Black Crowes, também mesclado às bonitas melodias do rock sulista norte-americano. Ou seja, guitarras bem sacadas, os sempre ótimos slides e banjos se fundem na nova proposta, que é tão mais limpa que proporciona total descontração durante a audição, merecendo destaque a abertura "Amazing Grace" e a própria faixa-título.

O material é de primeira e merece ser conferido pelos que não abrem mão de sons setentistas made in USA. O fato de "Daylight Again" ser independente complica um pouco, mas os interessados podem acessar o site do grupo para conhecer os pontos de venda. E, aos que se sentiram atraídos, fica a sugestão de conhecer a nefasta história do The Four Horsemen na sexta parte da coluna ‘Hard Rock, aqueles que ficaram para trás’, aqui mesmo no Whiplash!.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Hard Rock: Aqueles que ficaram para trás - Parte 6

http://www.thefourhorsemen.com
http://www.myspace.com/fourhorsemenband

Formação:
Tim Beattie - voz, harmonica e guitarra havaiana
Dave Lizmi - guitarra
Haggis - guitarra e piano
Duane D. Young - baixo
Lez Warner - bateria

The Four Horsemen - Daylight Again (21st Anniversary)
(2009 / independente - importado)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

01. Amazing Grace
02. Dollar A Minute
03. Daylight Again
04. Mojo Hannah
05. South Of The Line
06. The Bed Went Cold On Me
07. Isabelle
08. Lay Your Trouble Down
09. Trailer Park Boogie
10. Amazing Grace: Reprise

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/08/18


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Marilyn Manson: ele removeu costelas para praticar autofelação?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.