Root: proposta inusitadas e longe do grande público

Resenha - Daemon Viam Invenient - Root

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Aqueles que acham que o Heavy Metal é um estilo saturado, onde as bandas são todas parecidas entre si, precisam explorar um pouco mais a fundo o underground. Há muitos conjuntos com propostas inusitadas e que dificilmente alcançarão o grande público, e o Root é com certeza um destes nomes.

50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Atuando há mais de duas décadas na República Tcheca, o Root é um veterano que começou suas atividades dedicando-se a um Black Metal que sofria grande influência de Venom e Celtic Frost, mas que foi sendo moldado a algo tão intrigante e obscuro que se tornou completamente distinto da imensa maioria dos conjuntos de Heavy Metal, em qualquer de seus subgêneros.

"Daemon Viam Invenient" é seu oitavo registro de estúdio, lançado em 2007 e chegando agora ao Whiplash!, que mostra os motivos de o Root ser tão respeitado entre os que tiveram a oportunidade de escutar seus trabalhos. Este é um disco conceitual, onde o polêmico vocalista Jiří 'Big Boss' Valter conta uma estória quase poética sobre a origem da raça humana, mas sob a ótica dos demônios, que inclusive recebem um apelo do próprio Universo para livrar a Terra de seu mais recente vírus.

Musicalmente, é um Heavy Metal exótico com inúmeras mudanças de andamento, ocasiões acústicas, há muita coisa incrível por aqui. E é nesta abrangência de estilos que reside a força do grupo, tão bem representada por canções agressivas como "Who're They?" e "And They Are Silent", ao lado de baladas magníficas como "She" e "Strange Beauty Of Fright". A última faixa termina com a melodia de abertura do prólogo, completando um riquíssimo círculo auditivo de forma primorosa.

O trabalho do guitarrista Ashok e Poison, seja simples ou complexo, é um dos pontos altos do disco, principalmente no quesito solos. Mas naturalmente quem rouba grande parte das atenções é a exclusiva interpretação do próprio vocalista, que canta de forma agressiva, limpa ou mais ressoante. O efeito é teatral e quase hipnótico.

É claro que uma abordagem metálica tão diferente pode ter um efeito dissuasivo sobre boa parte do público. Mas é isso o que torna o Root uma banda 'cult', geralmente tão esquecida fora dos limites europeus. De qualquer forma, "Daemon Viam Invenient" é um disco vencedor e merece ser conferido por qualquer um que aprecie Heavy Metal. Esqueça os rótulos, apenas Heavy Metal.

Formação:
Jiří "Big Boss" Valter - voz
Marek "Ashok" merda - guitarra
Ale "Poison" Jedonek - guitarra
Igor "Igor" Hubík - baixo
René "Evil" Kostelňák - bateria

Root - Daemon Viam Invenient
(2007 / Shindy Productions - importado)

01. Black Dove & White Raven
02. Human
03. She
04. Who're They?
05. Awakening
06. Immortals (Tears Of Stone)
07. Strange Beauty Of Fright
08. And They Are Silent
09. Sonata Of The Chosen Ones
10. What Will Be Next
11. Hope Dies At Last
12. A Good Affair Turned Up
13. We Shall Never Surrender

Homepage: http://rootan.net/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Root"


50 a menos: Cientistas descobrem que o Número da Besta é 61650 a menos
Cientistas descobrem que o Número da Besta é 616

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336