Naglfar: Black Metal de natureza gélida

Resenha - Harvest - Naglfar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Natural da Suécia e na ativa desde 1992, o Naglfar estreou com "Vittra" (95), considerado por muitos como um clássico do Black Metal deste país. A partir daí foram mais três discos e dois EPs que incorporaram algumas características da brutalidade do Death Metal que, mesmo não conseguindo atingir o impacto do debut, manteve forte o nome do conjunto na comunidade underground escandinava.

Guns N' Roses x Nirvana: o que ocorreu em 1992?Slayer: Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Assim sendo, é natural a expectativa pelos novos lançamentos da banda. "Harvest" é seu quinto álbum - e inclusive está chegando ao Brasil numa iniciativa da Free Mind Records - e não apresenta toda a opressora carga de ódio de alguns dos antigos títulos, mas ainda assim é um incrível disco de música extrema. E mesmo com muitas melodias proporcionadas pelas guitarras, estas estão tão torcidas e macabras que não compromem em nada a natureza gélida do Black Metal proposto.

O Naglfar consegue elaborar composições com mudanças de ritmos bem planejadas e muitas nuances obscuras, com detalhes que só vamos percebendo ao longo das várias audições. O vocalista Kristoffer Olivius, figura já conhecida por seu trabalho no Bewitched, também mostra muita individualidade em sua matadora performance atrás do microfone - atentem para "Odium Generis Humani", por exemplo.

Logo na abertura o ouvinte percebe algo de diferente... Não há introdução! E não é sempre que se escuta um álbum do gênero sem as tradicionais introduções instrumentais. Há grandes canções como "The Mirrors Of My Soul" e a algo mais lenta "Harvest", ambas captando muito da perversidade do cultuado "Vittro". Outros momentos que não ficam atrás são "Breathe Through Me" e "Feeding Moloch", esta última com teclados e linhas vocais limpas que a tornam um pouco diferente do restante do repertório.

Com uma excelente gravação, "Harvest" não é necessariamente indicado somente ao público devoto do Black Metal. Sua brutalidade e melodia conseguem mostrar algum diferencial no estilo e o torna devidamente recomendado a qualquer headbanger que tenha interesse no Heavy Metal extremo.

Por fim, um aviso aos navegantes: o termo 'Naglfar' faz parte da mitologia nórdica, sendo a embarcação que transportará os gigantes e as forças do Caos para a batalha de Ragnarök, onde não sobrarão deuses, demônios ou homens. Detalhe macabro: este barco é construído com as unhas dos mortos... O nosso Zé do Caixão que se cuide!

Formação:
Kristoffer Olivius - voz
Andreas Nilsson - guitarra
Marcus E. Norman - guitarra e teclados
Morgan Lie - baixo
Mattias Grahn - bateria

Naglfar - Harvest
(2007 / Century Media Records - 2008 / Free Mind Records - nacional)

01. Into The Black
02. Breathe Through Me
03. The Mirrors Of My Soul
04. Odium Generis Humani
05. The Darkest Road
06. Way Of The Rope
07. Plutonium Reveries
08. Feeding Moloch
09. Harvest

Homepage: www.naglfar net


Outras resenhas de Harvest - Naglfar

Naglfar: "Harvest", A Colheita do Mal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Naglfar"


Guns N' Roses x Nirvana: o que ocorreu em 1992?Guns N' Roses x Nirvana
O que ocorreu em 1992?

Slayer: Kerry King explica como se deve balançar a cabeçaSlayer
Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outrosMax Cavalera
A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

Fotos de Infância: Max e Igor Cavalera, do SepulturaFotos de Infância
Max e Igor Cavalera, do Sepultura

Eddie: a foto que supostamente inspirou Derek RiggsEddie
A foto que supostamente inspirou Derek Riggs

Sepultura: Andreas gostaria de reunir todos os ex-membros em um palcoSepultura
Andreas gostaria de reunir todos os ex-membros em um palco

Guns N' Roses: Axl Rose vira piada no seriado American DadGuns N' Roses
Axl Rose vira piada no seriado "American Dad"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336