Novembers Doom: essência Doom Metal intacta

Resenha - Novella Reservoir - Novembers Doom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Fundado em Chigago (EUA) no ano de 1989, o Novembers Doom começou realmente a fazer história a partir de 1995, quando passou liberar seus incríveis álbuns no mercado, culminando no aclamado "The Pale Haunt Departure" (05). Após este emergente sucesso, Paul Kuhr (voz), Larry Roberts (guitarra), Vito Marchese (guitarra), Chris Djuricic (baixo) e Joe Nunez (bateria) seguem adiante com seu sétimo registro, curiosamente batizado como "The Novella Reservoir".

Apesar de seus músicos seguirem o raciocínio "se não está quebrado, não conserte", o Novembers Doom nunca fez um álbum realmente igual ao seu antecessor. Mas também são conscientes em não alterar o núcleo de sua proposta inicial, tanto que novamente a exploração musical continua em "The Novella Reservoir", culminando no álbum mais pesado do November Doom, mas mantendo intacta sua essência Doom Metal, mesmo que de forma um tanto quanto ácida.

publicidade

Toda esta distorção saturada tem suas raízes no Death Metal norte-americano da velha escola, fundindo-o às já conhecidas e afiadas melodias melancólicas do doom. E o resultado fica muito bem representado por canções como "The Inland Mere" e "The Voice Of Failure", com vozes guturais e limpas, além de mudanças de tempo que tornam tudo extremamente dinâmico.

publicidade

Já na abertura "Rain", mais veloz e distorcida para os conhecidos padrões do grupo, são exibidas as pistas da linha que se estenderá no decorrer do disco. Há muito peso também na faixa-título e em "Dominate The Human Strain", mas, em meio a toda esta massa sonora há espaço para amenidades, como no audacioso momento de "Twilight Innocence", uma balada toda acústica onde Paul Kuhr canta em tons mais profundos, ou no encerramento do álbum, "Leaving This", esta sim com muito das características arrastadas do Doom Metal.

publicidade

A contínua evolução musical e a habilidade de seus integrantes em tornar tudo tão interessante fazem do Novembers Doom uma banda realmente especial. Com uma produção robusta, fica a certeza de que com "The Novella Reservoir" o leitor encontrará muito mais do que um simples Death Doom Melódico. Este disco é uma aquisição obrigatória, facilitada pelo fato de estar disponível ao mercado brasileiro via Free Mind Records. Excelente!

publicidade

Novembers Doom - The Novella Reservoir

1. Rain
2. The Novella Reservoir
3. Drown The Inland Mere
4. Twilight Innocence
5. The Voice Of Failure
6. They Were Left to Die
7. Dominate The Human Strain
8. Leaving This

Homepage: www.novembersdoom.com




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Novembers Doom: guitarrista edita songbook de debut do Myrkgand


Doom Metal: os dez trabalhos essenciais do estiloDoom Metal
Os dez trabalhos essenciais do estilo


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin