American Dog: esporrento e regado a cerveja

Resenha - Hard - American Dog

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Algo que se pode afirmar em relação ao American Dog é que seus discos ainda não causaram quaisquer decepção aos amantes do rock n´roll, mesmo estes sempre oferecendo algo que com certeza você já ouviu antes. O trio formado por Michael Hannon (voz e baixo), Steve Theado (guitarra) e Keith Pickens (bateria) está chegando a seu sexto registro de estúdio com seu tradicional rock n´roll pesadão, esporrento e, é claro, regado a tonéis de boa cerveja.
5000 acessosBonnie Rotten: Maior estrela pornô do mundo fala do amor ao Metal5000 acessosMetal: As bandas mais expressivas surgidas nos últimos 15 anos

Como sempre, tudo é básico. Porém estas novas canções se mostram mais maduras (para os padrões do American Dog, naturalmente), pois há arranjos que fogem do que se está acostumado a ouvir num álbum deste grupo. Por exemplo, há violões em "Long Time Comin'” e até mesmo uns ‘pianinhos’ em “Rock n´ Roll Dog". Quem diria... Mas não vá o caríssimo leitor se precipitar em concluir que este pessoal está amaciando sua música. Longe disso! Tudo aqui está sensivelmente mais pesado que o usual e com ótimos riffs de guitarras, melhores do que qualquer coisa que já escutei em seus álbuns anteriores.

“Hard” simplesmente não tem canções ruins e cada ouvinte encontrará a música que mais lhe agrada dependendo de seu humor. Ótimos momentos ficam por conta de “Sometimes You Eat The Pussy” (um título digno deste grupo, não?), a agitada “No Pity”, ou ainda “Spell On Me”, que mostra alguma influência de outro trio, o sempre bom ZZ Top. Mas há uma provável unanimidade: “Magnificent Bastard”, onde Steve Theado fecha o álbum empolgadíssimo com sua guitarra. Grande faixa!

Quem não abre mão de sons feitos por Nashville Pussy, Ted Nugent, Motorhead, ou o jeitão ‘bluesy’ imortalizado pelo AC/DC, deve conhecer “Hard”. Um belo disco feito por quem se compromete apenas com a boa música, e destinado a... bom, qualquer um que não abre mão desta boa música. Garantia de diversão ao maltratado fígado sob os efeitos colaterais de uma noite de bebedeiras!

Por fim, alguém já reparou a gozação que o American Dog fez com a capa de seu álbum anterior, o infame “If You Want Bud... You Got It”, de 2006? Sem comentários...

American Dog – Hard
(2007 / Colonial Canine Records – importado)

01. Bock
02. No Pity
03. Sometimes You Eat The Pussy
04. Another Day In Paradise
05. Hypnotized
06. Long Time Comin'
07. Beaten, Broken, Etc.
08. Rock-N-Roll Dog
09. Spell On Me
10. Little Short
11. Bloodsucker
12. Magnificent Bastard

Homepage: www.americandog.us

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "American Dog"

Bonnie RottenBonnie Rotten
Maior estrela pornô do mundo fala do amor ao Metal

MetalMetal
As bandas mais expressivas surgidas nos últimos 15 anos

Mini Iron MaidenMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"5000 acessosJoey Ramone: em 1989 falando de Metallica, AC/DC e GN'R5000 acessosCults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas5000 acessosPitty: O Rock precisa ocupar a mídia sem fazer papel de rídiculo5000 acessosBruce Dickinson: vídeo mostra as mudanças de voz de 1980 a 20155000 acessosRandy Rhoads: "devastado" quando viu Van Halen na guitarra

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online