Resenha - Bat Out Of Hell III; The Monster Is Loose - Meat Loaf

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Marvin Lee Day, vulgo Meat Loaf, e seu parceiro compositor Jim Steinman alcançaram a fama em 1977 com o disco conceitual "Bat Out Of Hell", uma ópera rock que estourou principalmente entre o público adolescente da época, conquistando a proeza de ganhar 14 álbuns de platina e consequentemente tornar-se um dos grandes registros da história do rock'n'roll. Porém, os próximos álbuns do cantor - alguns sem a companhia de Steinman - mesmo sendo muito bons, jamais chegaram nem perto do sucesso deste debut.

Indústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandasStoner Rock: Um guia básico para o estilo

Mas eis que em 1993 a dupla está novamente trabalhando em harmonia e disponibilizam "Bat Out Of Hell II: Back Into Hell" e novamente vendem horrores, alcançando ainda maior sucesso que seu antecessor. E não é que a história se repetiu?!? Meat Loaf e Jim Steinman se afastam novamente, alguns discos são liberados sem a repercussão esperada, e por aí vai...

Bom, a roda continua girando e Meat e Jim tentam novamente trabalhar juntos, mas a parceria não durou muito, e desta vez suas pendências foram parar nos tribunais... Tanto que, em "Bat Out Of Hell III - The Monster Is Loose" constam somente sete faixas de Steinman. Detalhe insólito e importantíssimo: são composições antigas, sendo que várias já foram até mesmo gravadas por outros artistas.

O jeito foi contratar os serviços do competente "fazedor de hits" Desmond Child (que já trabalhou com Kiss, Bon Jovi, Alice Cooper, etc) para compor o restante das músicas deste disco. De qualquer forma, o importante é que, mesmo tendo sido gerado num péssimo clima, o resultado final de "Bat Out Of Hell III" não sofreu grandes seqüelas. Pelo contrário, ficou muito bom e, como cereja em cima do bolo, há a participação de várias figuras ilustres do mundo da música, como Steve Vai, Nikki Sixx, John 5 (ex-Marilyn Manson), Brian May, além de talentos femininos como Marion Raven, Patti Russo e Jennifer Hudson.

O disco traz algumas poucas faixas com elementos mais modernos mesclados a sua conhecida sonoridade, algo impensável aos fãs mais puristas. "The Monster Is Loose" é o melhor exemplo, com um peso jamais visto em qualquer disco deste cantor e abrindo o álbum de forma impressionante. A partir daí, o que se ouve é um desfile do já conhecido rock'n'roll bombástico e pomposo com orquestrações típicas de trilhas sonoras cinematográficas, refrãos e melodias carismáticas, baladas do mais puro melodrama cantadas a duas vozes e a atuação de Meat Loaf, que no auge de seus 59 anos continua cantando de forma naturalmente emocionante.

Apesar de o termo Ópera Rock geralmente remeter a um tipo de música mais complexa, a proposta de Meat Loaf sempre foi atingir as grandes massas com algo simples, de bom gosto e praticamente sem soar forçado. E este é o principal motivo do imenso sucesso dos três "Bat Out Of Hell", sendo que esta terceira parte atingiu o segundo lugar no ranking da Billboard, ficando atrás somente dos ingleses The Who.

Meat Loaf e Jim Steinman chegaram a um acordo amigável nos tribunais. Não, amigável não seria a colocação correta. Meat Loaf desembolsou alguns milhares de dólares e agora é o único detentor da marca "Bat Out Of Hell". E deve estar feliz, pois do jeito que vem rasgando elogios a Steinman por aí, é bem provável que a dupla venha a trabalhar juntos novamente. E isso é bom.

Meat Loaf - Bat Out Of Hell III - The Monster Is Loose
(2006 / Universal Music - nacional)

01. The Monster Is Loose
02. Blind As A Bat
03. It's All Coming Back To Me Now
04. Bad For Good
05. Cry Over Me
06. In The Land Of The Pigs, The Butcher Is King
07. Monstro
08. Alive
09. If God Could Talk
10. If It Ain't Broke Break It
11. What About Love
12. Seize The Night
13. The Future Just Aint What It Used To Be
14. Cry To Heaven

Homepagge: www.meatloaf.de


Outras resenhas de Bat Out Of Hell III; The Monster Is Loose - Meat Loaf

Resenha - Bat Out Of Hell III; The Monster Is Loose - Meat Loaf




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Meat Loaf"


Slipknot: O Beethoven do Metal segundo Meat LoafSlipknot
"O Beethoven do Metal" segundo Meat Loaf

Observador: Os 15 discos mais vendidos de todos os temposObservador
Os 15 discos mais vendidos de todos os tempos

Antes da fama: Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outrosAntes da fama
Atores que apareceram em clipes do Korn, Offspring, Aerosmith e outros


Indústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandasIndústria
Atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandas

Stoner Rock: Um guia básico para o estiloStoner Rock
Um guia básico para o estilo

Lita Ford: cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie SamboraLita Ford
Cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie Sambora

Fotos de Infância: Marilyn MansonFotos de Infância
Marilyn Manson

Mônica Guedes: seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhandoMônica Guedes
"seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando"

Incrível: primeira wall of death gravada com câmera de 360ºIncrível
Primeira wall of death gravada com câmera de 360º

Bruce Dickinson: Venha para o backstage e eu cuidarei de vocêBruce Dickinson
"Venha para o backstage e eu cuidarei de você"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClioIL