Resenha - Wig Wam - Wig Wamania

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

8


O que pensar de um conjunto que batiza seus registros de, por exemplo, "667 - O Vizinho da Besta"? Bem sacado, não? Sem contar que fazem uso de um visual em que parecem mais uns travestis berrantes no final da carreira... Pois bem, é um pessoal que não quer ser levado a sério. E isto o Wig Wam faz bem.

Vindo da Noruega e tendo como membros Glam (voz), Teeny (guitarra), Flash (baixo) e Sporty (bateria), o Wig Wam vem fazendo com que Europa e Ásia prestem cada vez mais atenção em seus registros, principalmente depois do grande sucesso de "Hard To Be A Rock´n´Roller", que teve uma infinidade de versões. "Wig Wamania" é seu segundo disco e se mostra mais áspero que seu antecessor, sendo nova e completamente recheado de clichês do hard rock oitentista, festeiro e comercial.

publicidade

Com melodias clássicas claramente influenciadas por Kiss, Bon Jovi, Aerosmith e muitos outros, este disco consegue empolgar principalmente nas primeiras faixas. "Rock My Ride" é pesadona, otimista e traz refrãos que não poderiam deixar de serem grudentos e explosivos; a totalmente reciclada "Gonna Get You Someday" (... sei lá, o Alice Cooper gostaria de ter cantado nesta canção...) segue a mesma linha, e por aí vai.

publicidade

As baladas "Slave To Your Love", mais moderna e um dos pontos altos do disco, e "Bygone Zone" são presenças óbvias em discos de hard rock. O restante das canções não acompanha o nível destas citadas, mas também estão longe de serem descartáveis. "Wig Wamania" é um bom trabalho, destes para serem ouvidos apenas como diversão, numa roda de amigos tomando umas cervejas e falando abobrinhas.

publicidade

Ao contrário do visual ridículo, o Wig Wam tenta mostrar que sua música não o é. Podem ser genéricas, mas a qualidade está presente, sem contar a produção excelente e o trabalho gráfico idem. E dá um banho naquela outra banda em que os membros também curtem se fantasiar de meninas, o Darkness...

Wig Wam: Wig Wamania
(2006 / Voices Of Wonder – importado)

publicidade

01. Wig Wamania (intro)
02. Rock My Ride
03. Slave To Your Love
04. Gonna Get You Someday
05. Bygone Zone
06. Dare Devil Heat
07. Kill My Rock´n´ Roll
08. The Riddle
09. At The End Of The Day
10. A R 'N' R Girl Like You
11. Can't Get Her (Out Of My Bed)
12. Breaking All The Rules

Homepage: www.wigwam.no

Nota: 08




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin