Matérias Mais Lidas

imagemA hilária crítica de Roberto Frejat contra fala cheia de "pretensão" do Bon Jovi

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO dia que Ivete Sangalo arrasou cantando Slayer com João Gordo na TV aberta

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemNoel Gallagher revela o rockstar que ficou mais impressionado de conhecer pessoalmente

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"


Stamp
Summer Breeze

Resenha - Mad Dragzter - Strong Mind

Por Fábio Faria
Postado em 10 de setembro de 2005

Nota: 10

Lançado originalmente em 2003, ‘Strong Mind’, primeiro álbum da banda paulista Mad Dragzter, chega agora turbinado às lojas nacionais via Hellion Records. O relançamento vem com uma faixa multimídia como bônus, mostrando o clipe da canção ‘Break Down’, além de uma ótima produção gráfica, tudo muito bem elaborado e transbordando profissionalismo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Quem conhece o metal underground sabe da existência e da luta dos integrantes do Mad Dragzter. Fundado em 1998, o conjunto mudou várias vezes de nome e integrantes, até se estabilizar conseguindo lançar ‘Strong Mind’ de forma independente e causando ótima impressão no cenário metálico tupiniquim. Logo de cara o que chama atenção é a ótima produção do CD, que ficou a cargo de San Issobe e do próprio grupo. O som está praticamente perfeito, muito bem balanceado – apesar do som do baixo(vide abaixo), guitarras potentes, altas, riffs "raçudos", vocal visceral e destaque total para o som da bateria; bem na frente ou como diriam os gringos "in your face".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sendo assim, um dos destaques é o baterista Evandro Junior, que infelizmente não faz mais parte do Mad Dragzter – seu substituto é Eric Claros. O cidadão toca muito, domina os bumbos como só os mestres do Thrash Metal conseguem. Aliás, o som do Mad Dragzter não é calcado nos primórdios do Thrash, e sim na fase em que muitas bandas começaram a adicionar uma veia mais progressiva, com canções um pouco mais longas, trabalhadas e com muitas variações. E os integrantes do grupo mostram muita competência e técnica necessária para alcançar o ótimo resultado obtido ao longo de todo o CD.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O vocalista/guitarrista Tiago Torres possui um vocal agressivo, que se situa na linha entre a voz gutural e a mais "rasgada". Na verdade, ele encontrou o equilíbrio exato para o que as músicas do Mad Dragzter necessitam. O trabalho de guitarras mostra-se eficiente, com bases consistentes e cavalgadas empolgantes, além de um timbre muito bom que dá ao CD o peso que impressiona. Os solos de Gabriel Spazziani também são muito bem encaixados nas canções. O que tirou um pouco o brilho do trabalho do baixista Armando Benedetti no disco - não por que ele não seja competente, muito pelo contrário -, foi o fato semelhante ao que aconteceu com Jason Newsted no disco "And Justice For All", do Metallica; as linhas de baixo ficaram escondidas debaixo da massa sonora das guitarras e bateria, o que não chega a ser um defeito na produção. Obviamente Benedetti é um ótimo músico, já que não é qualquer um que acompanha o nível alcançado pelo grupo no álbum ‘Strong Mind’.

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

A palavra que define melhor a postura do Mad Dragzter é a seguinte: profissionalismo. Característica que fica evidente também no clipe para a faixa ‘Break Down’. Os créditos para todas as pessoas envolvidas de feitura do vídeo são mostrados ao seu final. A direção foi feita por Harley Kremer e Carlos Firmino, e mostra imagens da banda gravadas ao vivo intercaladas por uma narrativa. Enfim, o que Mad Dragzter coloca no mercado é um trabalho marcante, que só o tempo dirá, mas que tem todas condições de vir a se tornar um clássico do Thrash nacional.

Formação:
Tiago Torres (Vocal, Guitarra)
Gabriel Spazziani (Guitarra)
Armando Benedetti (Baixo)
Evandro Júnior (Bateria)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Site Oficial: http://www.maddragzter.com.br

Tracklist :
01. Breakdown
02. Lost
03. Strong Mind
04. The chase
05. Day of Sadness
06. New Times
07. Destroying my life
08. 402
09. Unknown
10. Sordid Planet
11. Love Us Or Hate us
12. Raging City
13. 7 Years
14. Mad Dragzter
15. Breakdown ( video-clipe )

Material Cedido Por:
Hellion Records
Http://www.hellion.com.br
São Paulo (SP)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mad Dragzter: A coleção de CDs de thrash do guitarrista Tiago

Históricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Raul Seixas: O clássico inspirado em Dylan que driblou censura e criticou Roberto Carlos


Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria.