Matérias Mais Lidas

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemTestament está confirmado na edição brasileira do Summer Breeze, segundo jornalista

imagemRick Wakeman relembra época em que o Yes abria show para o Black Sabbath

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemO arrependimento que David Bowie carregava em relação a Elvis Presley

imagemShow do Dream Theater em São Paulo não será mais realizado no Pavilhão Pacaembu

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemA reação de Stevie Ray Vaughan ao ouvir Jimi Hendrix pela primeira vez

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?


Stamp

Resenha - 10 Anos ao Vivo - Dr Sin

Por Rafael Carnovale
Em 05/01/04

Nota: 9

E nem parece que fazem 10 anos que o Dr. Sin tocou no Hollywood Rock, na mesma noite do L7 e do Nirvana, fazendo um show surpreendente, com muito rock na veia e uma versão matadora para "Whole Lotta Rosie" do AC/DC. Daí para frente a banda só fez crescer. Gravou 4 cd’s de estúdio e um ao vivo, e fez vários shows ao vivo, sendo banda de abertura de vários nomes consagrados, e obtendo reconhecimento como uma das bandas mais talentosas já surgidas no Brasil.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Pena que a banda não estourou mundialmente de fato, mas manteve-se ativa, tendo inclusive contado com o excepcional vocalista Michael Vescera em seu último cd de estúdio (o diferente "II"). Os shows continuaram, e para os que pensaram que a banda tinha sumido eis que em 2002 eles gravam um show especial no Sesc Ipiranga (São Paulo) para lançar em DVD, que só vem a luz agora em 2003, através do contrato com a Paradoxx Music. Um show bem diferente, apenas com jogos de luz e um pano de fundo discreto, mas deixando a mostra todo o talento da banda.

Sons como "Isolated", "Time After Time", "Karma" e "The Fire Burns Cold" (originalmente chamada de "I Gave My Soul to Rock and Roll") soam poderosos pelas mãos da cozinha competentíssima de Andria e Ivan Busic e pela guitarra de Edu Arduany (um dos melhores guitarristas do Brasil por sinal). Mesmo as músicas gravadas com a voz de Michael Vescera soam bem poderosas no vocal de Andria, que continua afiado e potente. Comentários dos músicos aparecem entre as faixas, mostrando o quanto a banda estava feliz de gravar o show. E sons como "Eternity", "Emotional Catastrophe" (o "hit" do primeiro cd) e a já clássica "Futebol, Mulher e Rock and Roll" (outro "hit" só que do terceiro cd "Insinity") não podem ficar de fora. E para fechar o massacre uma versão matadora de "Fire" (uma das melhores do segundo cd "Brutal") com a participação especial de André Matos (Shaman) no vocal, em grande estilo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Como extras a banda oferece um documentário sobre o show, comentando sobre o inusitado fato de terem gravado o show num teatro, com platéia sentada, o que não duraria muito, e com detalhes interessantes sobre toda parte técnica que envolve o mesmo. Ainda pode-se conferir um "Making – of" com a banda esbanjando bom humor e zoando uns com os outros.

Um belo produto, que faz jus a história de uma grande banda como o Dr.Sin , que mostra que a banda continua viva e na ativa. Parabéns a banda e Long Live Dr. Sin!

Site Oficial: Http://www.drsin.com.br

Músicas:
Time After Time
Sometimes
Fly Away
Danger
Stone Cold Dead
Isolated
The Fire Burns Cold
Years Gone
Revolution
No Rules
Eternity
Leaving and Learning
Zero
Down in the Trenches
Karma
Emotional Catastrophie
Futebol, Mulher e Rock And Roll
Fire.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Line Up:
Andria Busic – Baixo/Vocal
Ivan Busic – Bateria/Vocal
Eduardo Arduany – Guitarra

Lançado em 2003 pela Paradoxx Music.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dr. Sin: como Silvio Luiz acabou participando de Futebol, Mulher & Rock 'n Roll

Importando Metal: músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileiras

Dr. Sin: a crise do rock nacional

Kurt Cobain e a banda brasileira que mexeu com ele: "eles foram muito revolucionários"

O trocadilho picante que Ney fazia em "Pro Dia Nascer Feliz" que Cazuza gargalhava


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.