Resenha - Demo 2001 - Chiaroscuro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos


Site Oficial - http://www.chiaroscuro.net

Demo disponível em - http://www.mp3.com/chiaroscuro
E-mails:
intromental@intromental.com
brokeneverything@home.com

Ian Dorsch (Vocais, Guitarras, Teclados & Programação)
Jeff Moses (Vocais & Teclados)
Richard Chambliss (Guitarras)
Cliff Chambliss (Baixo)
Julian MacDonough (Bateria)

Já se passaram dois anos, mas parece que foi ontem o lançamento do espetacular debute do Chiaroscuro. O eco do primeiro álbum se deve ao tom inovador e original nele presente. "Brilliant Pools Of Darkness" mostrou uma nova cara do metal progressivo, sem perder a qualidade, com elementos de new metal, hip hop, gótico, etc. No entanto, desde então, o grupo passou por diversas mudanças em sua formação e dificuldades para se ajustar. A "Demo 2001" traz o Chiaroscuro de volta a cena, tão bom quanto antes, e de contrato com a Intromental Management.

"Drift", a mais curta entre as três faixas presentes, é bem direta nos pesados riffs de guitarra e cresce absurdamente com belíssimas linhas de teclado. Os vocais levam melodias bem pegajosas, mas poderiam soar melhor com um pouco mais de técnica e acertos aqui e ali.

"Fireflies" ampara qualquer expectativa proveniente do debute e comprova a habilidade dos músicos do Chiaroscuro. Tem a cara da banda, com climas carregados, temas fortes, marcantes. Uma música com algumas características do novo Dream Theater, que será visto em "Six Degrees Of Inner Turbulence".

"The Lonely Place" é a melhor entre as novas composições. Possui tudo e mais um pouco daquilo que encheu os olhos de críticos de todo o mundo, quando do surgimento de Ian Dorsch & cia. Boas quebradas, elementos inusitados, diferentes tipos de vocalizações, entre outros destaques.

O Chiaroscuro tem tudo para seguir o caminho de mais um disco inesquecível. Só precisa corrigir detalhes nos vocais e não se enrolar nos obstáculos criados por seus próprios membros.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Chiaroscuro"


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

Manowar: A vida real e nada épica dos Reis do Metal?Manowar
A vida real e nada épica dos Reis do Metal?

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

Metal Up Your Ass: Os primórdios do MetallicaMetal Up Your Ass
Os primórdios do Metallica

Metallica: desconsolado, youtuber toca riff por duas horas sem pararMetallica
Desconsolado, youtuber toca riff por duas horas sem parar

Bandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresaBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.