Resenha - Dead Eyes See no Future - Arch Enemy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Depois da boa receptividade dos discos "Wages of Sin" e "Anthems of Rebellion" - ambos apresentando Angela Gossow como vocalista do Arch Enemy - a banda sueca aproveitou e está soltando, agora neste início de 2005 o seu EP "Dead Eyes See no Future", aqui no Brasil, em versão nacional pela Century Media. Além de um bom retorno por parte do público com seus dois últimos discos, a banda ainda foi destaque em muitos lugares no mundo por onde se apresentou, em diversos festivais europeus, na Ásia, mas ficou aquele desejo do povo sul-americano (especialmente de nós, brasileiros) de vermos Angela Gossow (vocal), Michael Amott (guitarra), Christopher Amott (guitarra), Sharlee D'Angelo (baixo) e Daniel Erlandesson (bateria) ao vivo.

Kerrang!: álbuns fantásticos com capas constrangedorasSlayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Bem, acredito que a cada ano que passa menos precisaremos explicar de que banda se trata ao tocarmos no nome do Arch Enemy. Pois bem, vamos direto ao assunto, e vamos falar deste EP, que já se destaca pela belíssima capa. "Dead Eyes See no Future" é um pouco curioso pois apresenta somente a faixa-título como composição inédita, além de três versões ao vivo - gravadas em Paris (França) - e mais três covers. Para a versão nacional deste EP, ainda foi adicionada uma faixa interativa, o videoclipe para "We Will Rise".

"Dead Eyes See no Future" é uma composição grandiosa, com muita agressividade, brutalidade e velocidade, como a grande maioria das composições do último disco do grupo, o "Anthems of Rebellion". Com certeza esta composição poderia estar dentro deste CD, e ainda digo que seria um dos pontos altos do material. Mas por opção a banda deixou de lado esta música para poder lança-la em um EP, dando a este material um nítido toque de qualidade.

Se o disco abre bem, achei que as três faixas ao vivo poderiam estar melhores. "Burning Angel", "We Will Rise" e "Heart of Darkness" são sim grandes composições, a banda realmente as executam com maestria, mas registros ao vivo não dependem exclusivamente destes fatores. Faltou um pouco de agitação por parte do público, e até uma produção mais digna em cima destas faixas.

Dando seqüência temos alguns covers. A já batida versão para "Symphony of Destruction", literalmente um 'hit', está presente neste EP, assim como uma inusitada e grandiosa versão para "Kill with Power", do Manowar, com muito mais peso e velocidade em relação a sua versão original. Michael Amott ainda dá uma "palinha" da sua antiga banda, o Carcass, na versão para "Incarnated Solvent Abuse".

Enfim, um trabalho interessante, mesmo que com poucas novidades. Ele está aí, para ser adquirido pelos fãs, apreciado e bem visto por todos.

Line-up:
Angela Gossow (vocal);
Michael Amott (guitarra);
Christopher Amott (guitarra);
Sharlee D'Angelo (baixo);
Daniel Erlandesson (bateria).

Track-list:
01. Dead Eyes See no Future
02. Burning Angel
03. We Will Rise
04. Heart of Darkness
05. Symphony of Destruction
06. Kill with Power
07. Incarnated Solvent Abuse
08. We Will Rise (videoclipe)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Arch Enemy"


Kerrang!: álbuns fantásticos com capas constrangedorasKerrang!
álbuns fantásticos com capas constrangedoras

The Agonist: Alissa White-Gluz rebate Vicky Psarakis e nega querer derrubar a bandaThe Agonist
Alissa White-Gluz rebate Vicky Psarakis e nega querer derrubar a banda

The Agonist: Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida, diz Vicky PsarakisThe Agonist
"Alissa tenta matar a banda desde que foi demitida", diz Vicky Psarakis

Angela Gossow: voz boazinha e Metal não combinamAngela Gossow
"voz boazinha e Metal não combinam"

Arch Enemy: Amott diz que banda quase mudou nome, e fala de CarcassArch Enemy
Amott diz que banda quase mudou nome, e fala de Carcass

Angela Gossow: conselhos para bandas novas independentesAngela Gossow
Conselhos para bandas novas independentes


Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Bruce: Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!Bruce
"Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaJason Newsted
Revelando porque ele deixou o Metallica

Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Humor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?Humor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Tom Morello: fã de Mötley e AC/DC, apesar de letras misóginas e demoníacasTom Morello
Fã de Mötley e AC/DC, apesar de letras misóginas e demoníacas

Iron Maiden: se as bandas de metal mandassem no mundo...Iron Maiden
"se as bandas de metal mandassem no mundo..."


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336