Resenha - Vol. II - NacontraMão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Ver Acessos


Quem acompanha o meio motociclístico sabe que, como o tempo é de fato um rio que corre prá frente, nem sempre indo na direção que gostaríamos, hoje em dia não são muitos os chamados "encontros de moto" que associam as duas rodas com o rock'n'roll, tal qual era praxe há alguns anos.

Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaGuitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Se isto é bom ou ruim fica a critério de cada um, pois em lugar algum está escrito que ambos devam conviver lado a lado, mas para os motociclistas "das antigas" é impossível dissociar uma coisa da outra, herança dos tempos em que Peter Fonda e Dennis Hopper singravam estradas norte-americanas ao som de STEPPENWOLF & Cia, conjunção de imagem e trilha sonora que marcou gerações mundo afora, inclusive em nosso país, onde naturalmente surgiram bandas que se tornaram habitués de encontros motociclísticos.

É o caso do NACONTRAMAO, cuja origem se deu justamente em um encontro de motociclistas organizado por Júlio Zannini na cidade de Limeira (SP), onde ele mantinha um bar exclusivamente dedicado ao Blues e Rock'n'Roll, paixão antiga (Júlio nasceu em 1958).

A banda, que contava com dois filhos (então adolescentes) de Júlio e Maurício Gaspar (baterista veterano com um currículo que inclui passagens pela banda de NUNO MINDELIS, entre outras), além do tecladista Ricardo Fadelli, se dedicava inicialmente a covers do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL, até que por volta de 1999, já com um repertório ampliado de pérolas do Rock Clássico, decidiram que era hora de investir em composições próprias e ainda por cima em português, o que lhes rendeu o primeiro CD, trazendo nove faixas, das quais ao menos três se tornaram "clássicos" nos meios motociclísticos ("Sou Brasileiro", "Loura Maluca" e "Fama Maldita").

Após mais algum tempo na estrada e já sem o tecladista, o NACONTRAMAO chega ao seu segundo trabalho, trazendo desta vez catorze faixas inéditas e dois bônus extraídos do álbum de estréia, e tal qual neste, apresentam canções de Rock'n'Roll básico cantadas em português, com influências que vão de Creedence à Steppenwolf, Beatles à Stones, Elvis Presley à Jovem Guarda, Made in Brazil à Casa das Máquinas, ZZ Top à Eagles, etc. (única exceção é "Trindade" um Reggae que numa primeira audição aparenta estar deslocado, mas que no fim das contas acaba "se integrando" ao disco, e bolas, o lugar é realmente maravilhoso...).

Com letras que abordam desde temas sociais de forma irônica ("O milionário e o miserável"), passando por mulheres, er, "fatais" ("Rainhas da noite"), tributo à vida na estrada ("Hino dos Falcões", em homenagem ao respeitado Falcões Moto Clube - Raça Liberta), o CD, embora não traga nada de novo, transparece sinceridade e é uma verdadeira celebração ao lema "Motos & Rock'n'roll", digno de estar na estante não somente dos motociclistas (não confundir com motoqueiros) que se prezem, mas também na estante daqueles que gostem de um rock'n'roll básico, mas bem feito e honesto!

Faixas:
US$1,000,000 (Se eu ganhar)
O Milionário e o Miserável
Deixa Rolar
Este é o meu País
Trindade
Insônia
Rock no Ar
Afinal de Contas
Loura Maluca II
Rainhas da Noite
Liberdade
NacontraMão
Hino dos Falcões
Pra não dizer que não falei do Amor
Fantasia
Sou Brasileiro
Total Time: 72:00

Formação:
Júlio Zannini (vocal, guitarra)
Maurício Gaspar (bateria)
Marco Zannini (guitarra)
Rene Zannini (baixo)

Website oficial: www.nacontramao.cjb.net.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Na Contra Mão"


Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa

Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Dave Mustaine: não pratico mais guitarra, me preservo para as turnêsDave Mustaine
Não pratico mais guitarra, me preservo para as turnês

Kiss: as dez mais pesadas releituras de músicas da bandaKiss
As dez mais pesadas releituras de músicas da banda


Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.

adClioIL