Resenha - Primer - Shane Gaalaas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 5


Site Oficial - http://www.shanegaalaas.com

Refrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/MetalGuns N' Roses: o código na capa de The Spaghetti Incident

Você pega a discografia de Shane Gaalaas a partir de 1995, quando tocou em "Magnum Opus" de Yngwie J. Malmsteen, até 2003, e só vê lançamento de alto gabarito. O Cosmosquad, os 'n' trabalhos com nomes como Michael Schenker, Joe Lynn Turner, Glenn Hughes, Vinnie Moore, Uli Jon Roth, Artension, etc. Aí ele decide lançar um álbum solo e é claro, uma segurança induzida diz que deve ser coisa de primeira linha. Que nada, a decepção é completa.

No encarte, Shane agradece a Deus pela oportunidade de realizar seu sonho, basicamente iniciar sua carreira solo. Bem dizem os psicanalistas sobre a forma dos sonhos e seus conteúdos enigmáticos, que trazem algo até então eficientemente velado. No caso do baterista em questão, descobrimos que seu sonho não passa de um devaneio.

Gaalaas assumiu a responsabilidade de tudo no álbum. Canta, toca guitarra, baixo, teclados, bateria ("novidade"), além de ter escrito todas as letras, mixado, produzido, e o escambau. Missão difícil que poucos músicos conseguem desempenhar.

"Primer" contém guitarras pesadas e bem tocadas, além de mixagem e produção realmente boas, com excelentes idéias. Um rockão direto com progressividades. No entanto, Shane Gaalaas não detona na bateria, tampouco se revela um grande compositor. Suas músicas são fragmentadas. Quebra-cabeças miraculosamente montados, já que todas as peças parecem estar no lugar errado.

Um amontoado de temas interessantes que não seguem a lógica - o que pode ser muito bom - porém, que infelizmente também não TÊM lógica. Canções como "New Beginning", "The Lost Weekend", "Carol" e "Time To Feed" deixam pedaços pelo caminho, pistas de que classe não falta, mas bom senso, certamente.

Material cedido por:
Ayres Rock MGMT.
6655 Wilkinson Ave. #103
North Hollywood, CA 91606
USA
Email: ayresrockmgmt@prodigy.net



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Shane Gaalaas"


Refrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/MetalRefrãos
Alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

Guns N' Roses: o código na capa de The Spaghetti IncidentGuns N' Roses
O código na capa de The Spaghetti Incident


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.