Resenha - Lost Tapes - Bad English

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo
Enviar correções  |  Ver Acessos

O que fazer com as sobras que ficaram de estúdio de sua ex-banda, para que não fique nem sombra do que foi feito? 1) destruir as sobras (o que implica, destruir uma música potencial), 2) deixar engavetadas para um possível relançamento futuro, deixando a gravadora, esporadicamente lhe tomar os lucros, 3) lançá-las de forma crua e sem mixagem como bootleg oficial? A terceira parece bem viável, não? Bem, parece que o Bad English resolveu dar esse "presente" aos fãns, porém, a qualidade de som desse bootleg é meio incômoda.

Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Morreu Dormindo: as últimas horas de vida de Lemmy Kilmister

Muitas músicas, como a primeira, ainda contém aqueles chiados e glitters chatos que ilustram ausência de trabalho de mixagem e tratamento de som, muitas músicas inclusive contém aquele chiado horrível no início e no final das faixas. Mas descontando esses "probleminhas", temos um ótimo material da banda que acabou ficando para trás e foi relançado nesse bootleg, como prêmio de consolação. Tentarei me ater a música em si e ignorar os problemas apresentados, sempre que for possível.

O disco começa com "The Way You Say Goodbye", uma boa balada, não fosse os problemas de chiados que tem durante a música. Fora isso, bom começo. A seguir, temos "Hard Rain", uma excelente música que foi uma pena ter ficado de fora dos dois discos da banda, aliás, uma excelente faixa de abertura para um disco, forte e contagiante. Excelente solo de piano de Cain. A seguir, vem a funkeada "Who Is This Talking", com um bom refrão e backing, e um solo bem legal de Schon.

A seguir temos "World Gone Wild" (não confundir com a música do Arrival, disco mais recente do Journey), boa música, mas faltou aquela energia habitual da banda, ela parece meio deslocada, talvez por ser uma das primeiras demos, porém, é uma música legal. "Full Circle" parece a demo que originou algumas músicas do primeiro álbum, mas sem grandes atrativos, a não ser o solo matador de Schon. "Pretty Lies" é outra daquelas canções que você tem a impressão de que foi difícil tirá-la do tracklist dos discos da banda, pois poderia muito bem ter entrado. Muito bonita, não fosse os chiados dos extremos da faixa.

"Love Burns" é outra boa e forte balada, uma pena ela ter ficado de fora. Lembra muito "Believe In Love" do Scorpions. Ótima guitarra de Schon e muito bom teclado de fundo por Cain. A seguir vem outra que parece ter sido injustamente cortada dos dois álbums da banda, a ótima "Inner City Refugees", com um trabalho vocal impressionante de Waite e ótimo solo de Schon, descontando, claro, os chiados irritantes dos extremos da faixa. "Stay With Me" parece ser a versão demo de "Inner City Refugees".

A banda se arrasta até o fim do disco com a balada "Love Can't Find You" e "Get You back In My Life", que fecha esse disco de demos e material não lançado. O Bad English acabou na verdade, devido ao fato de, em 1996, os dois membros do Journey terem conversado com Perry e planejado um disco de retorno do Journey, que foi o ótimo Trial By Fire, e como Jon Waite tinha planos de continuar sua carreira solo, tudo se acertaria.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por escolha do autor os comentários foram desativados nesta nota.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bad English"


Supergrupos: Os melhores e piores na opinião da Metal HammerSupergrupos
Os melhores e piores na opinião da Metal Hammer


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Morreu Dormindo: as últimas horas de vida de Lemmy KilmisterMorreu Dormindo
As últimas horas de vida de Lemmy Kilmister


Sobre Ricardo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336