Resenha - Between The Worlds - Seventh Avenue

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Após um hiato de 3 anos, desde o lançamento do EP "Goodbye", os alemães do Seventh Avenue lançaram em 2002 seu novo cd, após alterações na formação. "Between the Worlds" encontrou uma banda já consagrada pelo heavy metal, e com reconhecimento tanto no meio gospel como no meio secular. Tal cd rendeu uma das maiores turnês da banda, que passaria pelo Brasil no mesmo ano. A capa já dá uma idéia da temática do cd, a luta do bem contra o mal.

Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaSemelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguais

A intro "Beyond the Ocean" prepara o caminho (com fortes ecos de Blind Guardian no som) para a pancadaria de "A Step Between the Worlds". E novamente o Seventh Avenue abre um cd com uma música de longa duração. Os sete minutos de "A Step Between the Worlds" conseguem não ser entediantes, com influências de Iron Maiden e do power metal germânico. As guitarras se assemelham muito ao estilo já consagrado da Donzela de Ferro. Logo após vem outra porrada power muito semelhante ao estilo agressivo do Iron, a cadenciada "Levy Your Soul from Hate", que periga ser uma das melhores do cd.

A banda mostra uma boa evolução, desde as guitarras até o trabalho com os vocais, que ficaram mais agressivos e cuidadosos. E o Seventh Avenue continua investindo no power metal, como nas boas "Tale of the Forgotten Dreams", a speed "Open Your Mind" (excelente trabalho de guitarras), a mais cadenciada (com uma intro melódica maravilhosa) "Until You Come Again" e na pesadíssima "One Life Ends" (por sinal uma das melhores). Já o lado melódico pode ser conferido na interessante "Angels Eyes" (aonde a banda dá uma bela flertada com o hard-rock) e na balada "Touch of Your Love", aonde a banda dá um show coletivo.

Mas há dois pontos que eu acho interessante destacar: a instrumental "Storm II", que abre uma brecha para o metal épico no som do Seventh Avenue e a versão matadora para "Burning Heart" do Survivor. Com uma letra que apesar de não ser de uma banda cristã, mas que se encaixa perfeitamente no conceito do cd, o Seventh começa a provar que não devem existir barreiras entre as bandas cristãs e as seculares. Com uma versão heavy e pesadíssima, a banda recria a música com maestria. Só os vocais de Herbie Langhans ficaram perfeitos, imaginem então o resto da música.

De longe o melhor cd da banda. Com uma boa produção. E parabéns a Megahard por lançar todos estes cd's desta bela banda.

Line Up:
Herbie Laughans: Guitarras,Vocais
Florian Gottsleben - Guitarras
Geronimo Stade - Baixo
Mike Pfluguer - Bateria

Site oficial: http://www.seventh-avenue.de

Material cedido por:
Megahard Records
Caixa Postal 41698 - São Paulo (SP) - Cep:05422970
http://www.megahard.com.br
Tel: 11-32240709




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Seventh Avenue"


Raimundos: O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da bandaRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo da banda

Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSemelhança
Vocalistas de rock com vozes quase iguais

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Slayer: as músicas mais difíceis de tocar na guitarra baseSlayer
As músicas mais difíceis de tocar na guitarra base

Nirvana: baterista do Tool chamou Kurt de drogado morto em 1996Nirvana
Baterista do Tool chamou Kurt de "drogado morto" em 1996


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336