Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"

imagemComo foram os últimos meses de Renato Russo e a causa da sua morte

imagemNovo álbum do Krisiun será lançado em julho; veja capa e tracklist

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemBlind Guardian divulga vídeo oficial de "Blood Of The Elves"; veja aqui

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemMetallica libera vídeo da clássica "Fight Fire With Fire" ao vivo em Belo Horizonte


Stamp

Resenha - Grave Digger - Grave Digger

Por Bruno Coelho
Em 25/12/02

Nota: 8

Acho interessante como tem gente que fica falando por aí que agora nem o metal é música verdadeira, que metaleiro quer é dinheiro, que todos foram corrompidos... Tem gente que ainda insiste com essa babaquice de "o metal morreu, mano! O lance é techno!". Eu não sei como aguento escutar essas merdas e não dar um bog¹ na cara destes mentecaptos! Você pega um disco como este "The Grave Digger", bota no som e só consegue pensar: "Morreu? Ultrapassado? Sem graça? Coisa de retardado? Do que que esse povo tá falando? ISSO É METAAAAAAAAL!!!!". Aí tú sai pelo quarto, quebrando tudo feito touro touro², suando como porco, berrando como urso! Como pode alguém achar que quem fez um disco tão sério como esse e que faz metal isento de modismos há vinte anos pode ser um vendido? Chame qualquer banda de vendida, mas não essa aqui!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seguinte, se você ainda não conhece Grave Digger vou te explicar o esquema dos caras: a banda é "das antiga", o som é mais durão e direto, bem na cara mesmo, saca? É guitarrona, bateria com "dois bumbão", baixão, vocal grave e rasgado e aquele clima épico, refrões a serem cantados como se fossem "canções de guerra".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bom, geralmente o Grave Digger é assim, só que neste álbum a coisa muda de figura um pouquinho. O som é mais sombrio que o normal! Se o disco passado (Excalibur) era sobre o Rei Arthur da Távola Redonda, agora o tema são os contos de Edgar Allan Poe, que são aterrorizantes e, vez por outra, apresentam sarcasmo e humor negro. O som ficou um pouquinho mais arrastado do que o esperado mas as guitarras ganharam mais peso e os riffs são fantásticos! Se você gosta da velha escola do metal, com aqueles riffs certeiros como uma machadada do Gimli³, pode ter certeza que vai encontrá-la aqui.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pra você que já conhece o Grave Digger há tempos, saiba que esse é um álbum dos mais bem trabalhados da banda, cortesia da guitarra ultra competente do novo guitarrista da banda, Manni Schmidt, ex-Rage. Nem deu pra sentir falta do antigo guitarrista, Uwe Lulis, que saiu da banda em 2000, após a tour de comemoração dos 20 anos da banda.

Quanto às canções, devo dizer que "Son of Evil", "The Grave Digger", "Spirits of the Dead" (minha favorita), "King Pest" e "Funeral Procession" merecem grande destaque. Ainda temos dois momentos interessantíssimos em "The House" e "Silence" onde Chris Boltendahl resolve entrar de cabeça no clima soturno dos contos de Poe e fazer uso de vocais limpos também. O disco fecha com uma bela versão de "Running Free" da Donzela de Ferro³³.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se você escutar este disco e ainda assim achar que não existe mais honestidade no metal, que as pessoas que escreveram este disco só pensam em dinheiro, que a música deles é pobre e que você tem que escutar coisas mais evoluidas musicalmente, por favor, dê uma olhada nos discos que possui e me responda... quantos discos do Limp Bizkit você tem? TODOS?

Indicado: para amantes de metal sem firula, pra quem não tem nada do Grave Digger, pra quem não liga pra
orquestrações e neoclassicismos e para quem só quer
bater cabeça, sem ter que parar pra pensar como foi
que o guitarrista conseguiu fazer aquele solo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Proibido: para quem não está a fim de conhecer os medalhões do metal e pra quem acha que Korn é bem melhor que Black Sabbath.

¹ Bog é o mesmo que soco, murro. Como dizem no Maranhão: "TE dou-LHE um BOG!"

² Touro touro é aquele touro que, além de já ter nascido chifrudo, foi traído por Dona Vacalinda.

³ Gimli, é um anão guerreiro, personagem de J. R. R. Tolkkien em O Senhor dos Anéis, que por muitas vezes lembra um touro touro².

³³ Ah não! Vai me dizer que tú não sabe que a Donzela de Ferro é o Iron Maiden!?!? Pelamordedeus... eu devia te dar um BOG¹ no olho!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Capas: as 10 mais bonitas lançadas em 2014 eleitas por blog

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha

Anos 90: 10 shows pouco comentados



Sobre Bruno Coelho

Bruno Coelho é Arquiteto, escritor, poeta, produtor de eventos, pai, tradutor, intérprete e professor de inglês. Morou em cinco capitais brasileiras e hoje dedica-se ao árduo labor de organizar eventos na capital maranhense de São Luís. Fã do Dream Theater, Tool, Symphony X, Pain of Salvation e Evergrey, encontra espaço pra novas bandas e vertentes sempre.

Mais matérias de Bruno Coelho.