Resenha - Ultima Ratio - Superior

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Foram quatorze anos de espera, com muitas bandas promissoras e lançamentos que demonstravam a direção certa para a repetição do sucesso na complexa fórmula: conceito + atitude + musicalidade + técnica + idéias inovadoras + reflexão e contestação de ideologias e / ou da ordem dominante. Pois enfim chegou a hora de um novo "Operation: Mindcrime" (Queensryche - 1988) e o responsável pela proeza é o Superior da Alemanha.

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioTop 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Talvez você esteja imaginando que se trata de uma cópia chula, mas caso releia o parágrafo acima com atenção, verá que a expressão simbólica representada tem na subjetividade, a dificuldade de sua solução e do bem-suceder-se ao encará-la.

Segundo Bernd Basmer, líder da banda, a história que envolve as quinze faixas do disco, abordando fortemente as questões de fanatismo, crença, e religião, fora concebida antes mesmo do fatídico 11 de Setembro. Já especial e fantástico por si só, esse adendo dá um ar de predição a "Ultima Ratio", tornando-o ainda mais marcante.

Falar do estilo musical é complicado, principalmente em termos de Superior, já que eles são verdadeiros mutantes nesse quesito. Cada álbum segue uma vertente. Do metal progressivo a'lá Dream Theater de "Behind" (1996), ao experimental "Younique" (1998), chegando a este último, repleto de prog, porém, o qual creio não possa ser definido simplesmente nessa via. Forte, intenso, e com influências variadas, soa como um hard metal moderno que lembra o Mister Kite. Contudo, num nível mais avançado, de músicos com certa bagagem.

As influências de Geoff Tate, Chris De Garmo, Michael Wilton, Eddie Jackson e Scott Rockenfield são inegáveis, inclusive no que se refere a ritmo, melodia e harmonia. Todavia, Basmer conseguiu, ao lado de seus companheiros, pegar impulso na idéia do clássico "O: M" e construir seu próprio território de estudos, agressividade e refrões inesquecíveis, algo inédito desde o lançamento do supradito no final dos anos oitenta.

Seria louvável nos agradecimentos citar todos os integrantes do Queensryche ou até fazer referência direta ao álbum inspirador. Apesar disso passar batido, não há o que reclamar aqui. Eles foram brilhantes e deixaram suas mensagens. Entre elas, fica a proeminente no encarte: "Behold, worse than the malice of the shepherd is the ignorance of his herd" ("Observe, pior que a malícia do pastor é a ignorância de seu rebanho").

Site Oficial: www.meet-superior.de

Site do Álbum: www.ultimaratio2002.de

Formação:
Michael Tangermann (Vocais)
Bernd Basmer (Guitarras)
Michael Müller (Guitarras - Teclados)
Jan Marco Becker (Teclados)
Martin Reichhart (Baixo)
Thomas Mayer (Bateria)

Material cedido por:
Hellion Records - http://www.hellionrecords.com
Rua 24 de Maio, 62 - Lojas 280 / 282 / 308 - Centro.
São Paulo - SP - BRASIL
CEP: 01041-900
Tel: (11) 5083-2727 / 5083-9797 / 5539-7415
Fax: (11) 5549-0083
Email: hellion@uol.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Superior"


Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Bruce Dickinson: deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldiaBruce Dickinson
Deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldia

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Silas Malafaia: pastor manda um stage-dive no meio da plateiaSilas Malafaia
Pastor manda um stage-dive no meio da plateia

Conceituais: 7 álbuns que fizeram história contando uma históriaConceituais
7 álbuns que fizeram história contando uma história


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336