Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemApós viralizar com anúncio, Harppia revela identidade do novo baixista

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemJimmy Page dá opinião sobre streaming e enaltece desconhecido herói dos músicos

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemChad Smith chama matéria sobre Taylor Hawkins de "sensacionalista e enganosa"


PRB

Resenha - Reroute to Remain - In Flames

Por Rafael Carnovale
Em 28/09/02

Nota: 9

Após o muito bem sucedido "Clayman", tornou-se uma incógnita como viria o novo cd do In Flames. Afinal, seu predecessor havia apontado várias mudanças em relação à banda que gravara cd’s pesados como "Whoracle" e "Colony". Muitos falavam que a banda cairia no heavy melódico de vez, ou que viraria NU Metal, pois cada vez mais o peso ia diminuindo para o aumento da melodia e de climas tipicamente heavy tradicionais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se julgássemos um cd pela sua capa, "Reroute to Remain" seria justamente um cd diferente, com um In Flames fugindo por completo de sua proposta original. A arte gráfica, embora de altíssima qualidade, é totalmente diferente do que a banda vinha adotando, e o próprio encarte mudou muito o estilo apresentado em "Colony" e "Clayman". Mas como diz o ditado, não se julga um livro pela capa.

Ao rolar a primeira música do cd, a faixa título, o alívio: o In Flames continua o mesmo. Guitarras pesadas, vocais urrados e realmente, o som cada vez mais absorve elementos de heavy melódico, mas sem perder a identidade da banda (nunca as bases estiveram tão pesadas e sujas). O vocal de Anders Friden continua sujo e rasgado, mas ele cada vez mais dosa seus urros com vocais mais calmos, como na pesada e melódica "System", que com sua mudança de andamento no meio do peso, merece destaque.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faixas como "Drifter", "Trigger" e "Cloud Connected" mostram que a banda mantém a tendência assumida nos cds anteriores: mesclar o peso do death metal com a melodia do heavy tradicional, adicionando um ou outro elemento eletrônico, mas sem descaracterizar o som. Os vocais estão também cada vez mais bem elaborados, mostrando que a banda quis fazer deste um apanhado de todos os seus cd’s anteriores, obtendo grande resultado. Faixas como "Transparent", "Economic" (com seu peso infernal e riffs rasgando a sua garganta) e a super cadenciada "Free Fall" (que alguns mais puristas poderão considerar como new metal, mas não se engane: é uma puta faixa, perfeita para agitar pescoços ao vivo) mostram os elementos mais tradicionais da banda, como as guitarras agressivas e a cozinha potente que marcam a força do In Flames.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já no quesito inovação, faixas como as baladas (sim!) "Dawn of a New Day" (muito boa, com vocais excelentes) e "Metaphor"(com os belos vocais femininos de Maria Gauffin e um belo trabalho de cordas) mostram que a banda está se expandindo além das fronteiras do chamado Death Melódico. Essas faixas, aliadas a pegada mais rockeira de "Black and White" e da ótima "Dark Signs", são um destaque do cd, que nos mostra uma banda coesa e bem entrosada, com um trabalho de guitarras magnífico, que conseguiu inovar e manter seu estilo ao mesmo tempo em um único cd. Obrigatório.

Line Up:
Anders Friden: Vocais
Bjorn Gelotte: Guitarras
Jesper Stromblad: Guitarras
Peter Iwers: Baixo
Daniel Svensson: Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gravadora:
Nuclear Blast/Century Media Brasil


Outras resenhas de Reroute to Remain - In Flames

Resenha - Reroute To Remain - In Flames

Resenha - Reroute To Remain - In Flames

Resenha - Reroute To Remain - In Flames

Resenha - Reroute to Remain - In Flames

Resenha - Reroute to Remain - In Flames

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemSeis músicos que não fazem mais parte das bandas que fundaram

imagemIn Flames: vocais do próximo álbum de estúdio já foram gravados

imagemIn Flames: banda está gravando o próximo disco; baixo e bateria já foram gravados

imagemIn Flames: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock History

The Halo Effect: confira vídeo de "Feel What I Believe", novo single da banda

The Halo Effect: lançado "Feel What I Believe", single dos ex-integrantes do In Flames

imagemMelodic Death Metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estilo


Pabllo Vittar: Com camiseta do In Flames no programa de Tatá Werneck

Quadrinhos: qual banda de rock os heróis da DC ouviriam?



Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale.