Resenha - Fiendish Regression - Grave

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Os suecos do Grave voltam com seu violento death metal "old school" apresentando seu oitavo registro, o rolo-compressor "Fiendish Regression", cuja inovação em relação aos trabalhos anteriores está no local onde foi gravado, pois onde antes era tradição gravar no Sunlight Studio, desta feita optaram por visitar o Abyss Studios, local já lendário e preferido por muitas bandas mais extremas.

publicidade

E o resultado final ficou soberbo, pois "Fiendish Regression", além de manter suas características tradicionais de agressividade sonora, se alternando entre a cadência e a velocidade, agora sua música ficou ainda mais encorpada com tal mudança de ares, pois os produtores e irmãos Tägtgren tem experiência de sobra neste estilo.

Encabeçados por Ola Lindgren nas vozes e guitarras e Jonas Torndal na outra guitarra, essa dupla são os responsáveis por todas as composições e realmente são mestres na elaboração de riffs de altíssima qualidade que percorrem todas as faixas deste álbum, riffs para literalmente quebrar pescoços. O baixista Fredrik Isaksson executa com muita competência sua função e Pelle Ekegren, novo membro que já havia tocado em apresentações ao vivo como músico convidado, adicionou vida e grooves para a estrutura clássica do Grave. Realmente dá gosto escutar esse músico tocar sua bateria, sendo que seu trabalho com os bumbos é de tirar o fôlego.

publicidade

As letras são os tradicionais ataques à religião católica ou temas mais mórbidos, urrados escandalosamente, complementando toda a parte instrumental e com certeza atingem o objetivo de agredir e mostrar toda a violência do estilo aos não-avisados.

Grave e este seu trabalho provavelmente agradará os apreciadores mais tradicionais do estilo e há grandes chances de angariar ainda mais fãs, pois, mesmo sendo sua música considerada extrema, é de muito bom gosto e tem os instrumentos muito bem definidos, nos permitindo realmente apreciar sua proposta.

publicidade

Grave - Fiendish Regression
2004 – Century Media

01. Last Journey
02. Reborn
03. Awakening
04. Breeder
05. Trial by fire
06. Out of the light
07. Inner voice
08. Bloodfeast
09. Heretic

http://www.intothegrave.com

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Darkened: banda de integrantes de conhecidas bandas death lança debut


Lars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' RosesLars Ulrich
Jucando no camarim do Guns N' Roses

Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin