Resenha - Carro Bomba - Carro Bomba

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Ver Acessos


Poucas palavras causam tanta repulsa hoje em dia quanto "bomba", devido ao momento delicado em que vive a humanidade, ainda mais depois daquele fatídico 11 de setembro. Mas poucas também são as que poderiam ser usadas para descrever o disco de estréia do CARRO BOMBA, uma verdadeira explosão em alta velocidade de Rock'n'Roll, que não deixa pedra sobre pedra, trazendo dez petardos gravados ao vivo em estúdio, como convém a um power-trio que se preze.

Slayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da BarbieBruce: "Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

"Power-trio"? Sim, é exatamente isto, pois o que os terrockistas Marcello Schevano, Ricardo Bonx e Fabrízio Micheloni apresentam é uma autêntica releitura das bandas setentistas do gênero, espécie de versão atualizada (e naturalmente um pouco mais pesada) de lendas como CREAM, JIMI HENDRIX EXPERIENCE, WEST BRUCE & LAING, DUST, e muitas outras, mas com um pequeno toque de rock'n'roll nacional, lembrando em alguns momentos os trabalhos mais pesados do CASA DAS MÁQUINAS, O PESO e MADE IN BRAZIL.

De ponta a ponta o disco é um verdadeiro atentado contra a bundamolice que, salvo raras exceções, impera no rock'n'roll brazuca, com dez faixas repletas de riffs e solos de guitarra, baixo vibrante, bateria marcante e vocais ganchudos, tudo no talo do início ao fim, com uma produção bastante competente a cargo da própria banda e de Renê Seabra.

O CD abre com "O Dobro Ou Nada", faixa que é puro AEROBLUS (cujo vídeo pode ser conferido neste link), seguindo com a pesada "Rock'n'Roll Machine", que inicia com uma levada que começa meio a la WEST BRUCE & LAING e depois emenda em um solaço de guitarra; depois é a vez de "Carro Bomba", um petardo quase "Heavy Metal" pelo peso (e que peso!)

Em seguida vêm "A Hora Agora é de Fazer Valer", rock'n'rollzão com um clima meio que lembrando os trabalhos mais pesados do PATRULHA DO ESPAÇO, principalmente na hora dos coros; na seqüência "Ode à Bohemia", que começa no mesmo esquema, mas depois dá uma freada, embora mantenha o mesmo peso. Daí é a vez da intrincada "Louco de dar Nó", cheia de variações e quebradas; "Sonhos" que traz em alguns trechos um suíngue inusitado, salientado por um baixão poderoso que permeia a canção de ponta a ponta; "Crocodilagem", que retoma o peso sem concessão; "Raivosas Roedoras", com uma letra maliciosamente deliciosa ("Selvagens raptoras / Qualquer pistola elas sabem manejar / Hipnotizadoras / Qualquer serpente elas sabem levantar") e por último "Transgressores", um rock'n'roll descendente direto do que melhor se fez no gênero nos 70's.

Por aí se vê que o álbum é imperdível para old-Rockers, stoners, e rock'n'rollers em geral!

(e eu que jamais imaginei que algum dia teceria elogios a um CARRO BOMBA...)

Faixas:
O Dobro Ou Nada
Rock'n'Roll Machine
Carro Bomba
A Hora Agora é de Fazer Valer
Ode à Bohemia
Louco de dar Nó
Sonhos
Crocodilagem
Raivosas Roedoras
Transgressores
Total Time: 42:13

Formação:
Marcello Schevano (vocal, guitarra)
Fabrízio Micheloni (vocal, baixo)
Ricardo Bonx (vocal, bateria)

Website oficial: www.carrobomba.com.br.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Carro Bomba"


Metal SP: documentário sobre Heavy Metal em São PauloMetal SP
Documentário sobre Heavy Metal em São Paulo


Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Bruce: Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!Bruce
"Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

Jason Newsted: revelando porque ele deixou o MetallicaJason Newsted
Revelando porque ele deixou o Metallica

Demonstrações de afeto: fotos de rockstars que já se beijaramDemonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

Silas Malafaia: pastor manda um stage-dive no meio da plateiaSilas Malafaia
Pastor manda um stage-dive no meio da plateia

Conceituais: 7 álbuns que fizeram história contando uma históriaConceituais
7 álbuns que fizeram história contando uma história


Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.