Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Stamp

Resenha - Carro Bomba - Carro Bomba

Por Marcos A. M. Cruz
Em 07/01/05

Poucas palavras causam tanta repulsa hoje em dia quanto "bomba", devido ao momento delicado em que vive a humanidade, ainda mais depois daquele fatídico 11 de setembro. Mas poucas também são as que poderiam ser usadas para descrever o disco de estréia do CARRO BOMBA, uma verdadeira explosão em alta velocidade de Rock'n'Roll, que não deixa pedra sobre pedra, trazendo dez petardos gravados ao vivo em estúdio, como convém a um power-trio que se preze.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"Power-trio"? Sim, é exatamente isto, pois o que os terrockistas Marcello Schevano, Ricardo Bonx e Fabrízio Micheloni apresentam é uma autêntica releitura das bandas setentistas do gênero, espécie de versão atualizada (e naturalmente um pouco mais pesada) de lendas como CREAM, JIMI HENDRIX EXPERIENCE, WEST BRUCE & LAING, DUST, e muitas outras, mas com um pequeno toque de rock'n'roll nacional, lembrando em alguns momentos os trabalhos mais pesados do CASA DAS MÁQUINAS, O PESO e MADE IN BRAZIL.

De ponta a ponta o disco é um verdadeiro atentado contra a bundamolice que, salvo raras exceções, impera no rock'n'roll brazuca, com dez faixas repletas de riffs e solos de guitarra, baixo vibrante, bateria marcante e vocais ganchudos, tudo no talo do início ao fim, com uma produção bastante competente a cargo da própria banda e de Renê Seabra.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O CD abre com "O Dobro Ou Nada", faixa que é puro AEROBLUS (cujo vídeo pode ser conferido neste link), seguindo com a pesada "Rock'n'Roll Machine", que inicia com uma levada que começa meio a la WEST BRUCE & LAING e depois emenda em um solaço de guitarra; depois é a vez de "Carro Bomba", um petardo quase "Heavy Metal" pelo peso (e que peso!)

Em seguida vêm "A Hora Agora é de Fazer Valer", rock'n'rollzão com um clima meio que lembrando os trabalhos mais pesados do PATRULHA DO ESPAÇO, principalmente na hora dos coros; na seqüência "Ode à Bohemia", que começa no mesmo esquema, mas depois dá uma freada, embora mantenha o mesmo peso. Daí é a vez da intrincada "Louco de dar Nó", cheia de variações e quebradas; "Sonhos" que traz em alguns trechos um suíngue inusitado, salientado por um baixão poderoso que permeia a canção de ponta a ponta; "Crocodilagem", que retoma o peso sem concessão; "Raivosas Roedoras", com uma letra maliciosamente deliciosa ("Selvagens raptoras / Qualquer pistola elas sabem manejar / Hipnotizadoras / Qualquer serpente elas sabem levantar") e por último "Transgressores", um rock'n'roll descendente direto do que melhor se fez no gênero nos 70's.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Por aí se vê que o álbum é imperdível para old-Rockers, stoners, e rock'n'rollers em geral!

(e eu que jamais imaginei que algum dia teceria elogios a um CARRO BOMBA...)

Faixas:
O Dobro Ou Nada
Rock'n'Roll Machine
Carro Bomba
A Hora Agora é de Fazer Valer
Ode à Bohemia
Louco de dar Nó
Sonhos
Crocodilagem
Raivosas Roedoras
Transgressores
Total Time: 42:13

Formação:
Marcello Schevano (vocal, guitarra)
Fabrízio Micheloni (vocal, baixo)
Ricardo Bonx (vocal, bateria)

Website oficial: www.carrobomba.com.br.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Sobre Marcos A. M. Cruz

Fanático por rock setentista.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz.