Resenha - Metal - C.O.E.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Haggen Kennedy
Enviar Correções  

7


S. L. Coe, sem dúvida, tem um ótimo currículo para mostrar. Em 88 cantou no Angel Dust; em 90 estava no Scanner; em 95 pulou pro Reactor; em 97 já estava no Grosstadtindianer; e daí para o C.O.E., banda fundada pelo próprio em 99.

publicidade

A banda em si é boa. Os integrantes são bons músicos e apresentam músicas de relativa qualidade. "Iron Sword", a faixa que abre o disco, é bem interessante e mostra o estilo que a banda segue até o final do álbum. A segunda, "Warrior Don't Be Afraid", também possui uma melodia legal, com um pequeno segmento em violão bastante bonito.

"Open the Gate" e "Sargate" são metal puro. Mais do que elas, só "Have A Drink On Me", que começa de maneira monumental, destacando-se como a melhor do CD. Música que, aliás, foi composta como um bom "foda-se" aos que estão contra S. L. Coe.

publicidade

Como último destaque das 12 faixas, há a décima, intitulada "Paradise City" (lhe lembra alguma coisa?). Pois é, cover do Guns ‘n' Roses. Até aí tudo bem. O problema é ter que admitir que a versão com o Guns está (bem) melhor.

Em suma, "Metal" é um bom disco, e faz jus ao nome - você não vai encontrar outra coisa vindo dele. O que acontece é que, como grande parte das bandas atuais, vê-se pouca coisa que não tenha sido ouvida antes. Se o que você procura, entretanto, é o velho heavy, independentemente de ser datado ou não, esse álbum lhe caberá como uma luva.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Di'Anno: Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!Di'Anno
"Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Raul Seixas: Por trás da letra de Carimbador MalucoRaul Seixas
Por trás da letra de "Carimbador Maluco"


Sobre Haggen Kennedy

Nascido ao fim dos anos 70 e adolescido em meio ao universo metálico, Haggen Heydrich Kennedy já trabalhou e atuou numa vultosa gama de atividades, como o jornalismo, o desenho, a informática, o design e o ensino, além de outros quefazeres. Atualmente vive em Atenas, Grécia, onde estuda História, Arqueologia e Grego Antigo na Universidade de Atenas. A constante nesse turbilhão de ofícios, todavia, sempre constituiu-se de dois fatores: as línguas (ainda hoje trabalha com tradução e interpretação) e a música - esse último elemento, definitivo alimento espiritual.

Mais matérias de Haggen Kennedy no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin