Resenha - Whats Wrong With This Picture - Van Morrison

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Tiago Lucas Garcia
Enviar correções  |  Ver Acessos


Não tenho nenhum dado estatístico, mas não me arriscaria a dizer que Van Morrison é um dos músicos mais prolíficos de todo o mundo. E o melhor disso é que a maioria desses lançamentos são compostos em sua maioria de musicas inéditas (nada de gravações raras, faixas ao vivo, etc) da melhor qualidade (ao menos no que concerne ao gosto daquele que vos escreve).

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenhoHistóricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstars

O objeto dessa resenha é "Whats Wrong With This Picture", trigésimo álbum de estúdio de sua carreira, primeiro pelo legendário selo de jazz, Blue Note (que pertence à EMI). Talvez por conseqüência disso esse álbum possua um direcionamento mais jazzístico do que os últimos álbuns da carreira solo de Morrison.

A influencia "jazzística" já é notado na faixa-titulo que abre o álbum com seu excelente arranjo de orquestra. Esses arranjos tinham ficado meio que esquecidos no lançamento do ano passado, "Down The Road", que possuía uma tendência mais "rocker" e até mesmo mais pop (com melodias mais palatáveis). Outro fator a ser notado é a ausência total de qualquer tipo de experimentalismo seja no uso de sintetizadores, agora substituídos pelos "clássico" hammond organ, seja na influência de música folclórica celta, agora relegada a pequenos detalhes como em "Little Village". Esse resgate de Morrison já era meio que esperado tendo em vista seus trabalhos com seus ídolos na década de 90, John Lee Hocker, Moose Allisson, Geórgia Fame e Loonie Donegan.

Pessoalmente, fiquei um pouco frustrado de não encontrar o mesmo vigor de "Down The Road" neste álbum. Não que neste não se encontrem músicas mais "rockers", como de fato podemos encontrar em Stop Drinkin (versão baseado na música de Lightnin' Hopkins's "You Better Watch Yourself") , mas este álbum é essencialmente constituído de musicas mais lentas, menos "uptempo" que no álbum "Down The Road". A vantagem dessas musicas lentas, porém, é que a voz de Morrison toma o primeiro plano e dá um verdadeiro show de interpretação (o que também não é novidade alguma).

Faixas Favoritas: "Saint James Infermary", talvez a única mais experimental do álbum. Apesar de se tratar de uma composição de autoria anônima, a melodia "fantasmagórica" tocado pelo hammond funcionou muito bem. Outra ótima faixa é a que encerra o álbum, "Get On With The Show"com seu arranjo simples mas eficiente. Porém a faixa "Once In A Blue Moon", que remete diretamente ao clássico álbum Moondance, é a minha favorita nesta primeira empreitada em julgar as faixas deste trabalho.

Apesar da relativa simpatia da grande mídia por Morrison, não vão demorar a aparecer os comentários acusando esse álbum de ser datado; e eu terei de concordar com esse comentário. Engraçado como as grandes revistas e meios de comunicação musical criam palavras para impor suas idéias totalmente idiossincráticas como se fossem "universais". O álbum é datado, sim, soa como um álbum de um artista que não surgiu hoje, e isso não é de forma alguma necessariamente ruim. Neste caso, aliás, isso é excelente! Van Morrison, como dito, já foi mais experimental que nestes últimos lançamentos, mas é impossível condenar qualquer coisa em um álbum que soa tão autêntico e tão carregado de sentimentos como esse. "Whats Wrong" não é um álbum perfeito, é claro, mas creio que esperar algo diferente de um álbum tão sincero seria uma atitude um tanto egoísta.

P.S: O que há de errado com a capa deste cd?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Van Morrison"


The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenhoThe Simpsons
10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Históricas: Fotos de encontros inusitados entre rockstarsHistóricas
Fotos de encontros inusitados entre rockstars

Thrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileiraThrash Metal
10 novas promessas - incluindo uma brasileira

Jared Leto: a reação ao se ver no papel do CoringaJared Leto
A reação ao se ver no papel do Coringa

Guitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteiraGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

Piano: covers viscerais de Motorhead, Nirvana, Guns e maisPiano
Covers viscerais de Motorhead, Nirvana, Guns e mais

Beatles: montagem mostra como 2016 foi um ano duro para a músicaBeatles
Montagem mostra como 2016 foi um ano duro para a música


Sobre Tiago Lucas Garcia

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.