Black Sabbath: A mais duradoura fonte de influencia do Metal

Resenha - Paranoid - Black Sabbath

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Frederico
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Depois do seu antológico disco de estréia, o Black Sabbath se supera e lança Paranoid. Pode-se dizer que essa obra-prima é o disco de rock pesado mais coverizado de todos os tempos, sendo a mais duradoura fonte de influencia para os artistas do estilo... nomes como Faith No More, Metallica, Pantera, Megadeth confirmam isso. Também é o trabalho mais popular da banda, vendendo mais de 4 milhões de cópias só nos EUA, graças a faixas (presentes até hoje nos shows da banda e de Ozzy Osbourne) como War Pigs, Paranoid e Iron Man. O melhor da carreira do Sabbath não deixa de ser, provavelmente, o melhor disco do gênero.

508 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo5000 acessosAngra e Detonator: "Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"

Faixas:

WAR PIGS -> Um dos mais perfeitos e antológicos riffs de Tony Iommi somado aos versos incisivos, anti-belicistas, cantados pela voz inclemente de Ozzy. O solo dessa música, um dos melhores (e mais famosos) do Black Sabbath, é o grande destaque.

PARANOID -> Lendária. Mitológica. Contém um riff fabuloso, considerado o Melhor de Todos os Tempos do Rock n Roll. A letra encarna perfeitamente Ozzy Osbourne...Paranoid, certamente, é definitiva e eterna. O mais impressionante é que foi feita em 5 minutos, apenas para finalizar o disco!!!

PLANET CARAVAN -> Faixa acústica, algo psicodélica mas muito, muito triste. Ozzy canta com toda a angústia e distanciamento desse mundo, sua voz parece vir de outras eras. Os discretos efeitos de guitarra dão a ela uma beleza singela e melancólica.

IRON MAN -> Mais uma música antológica. Jamais uma banda de rock compôs uma "sinfonia de riffs" tão perfeita quanto ela. Os solos, incrivelmente pesados e cativantes, fazem cair o queixo. O ponto alto da carreira de Tony Iommi, sem dúvida! Uma versão insuperável.

ELECTRIC FUNERAL -> Lenta, arrastada, perturbadora. Uma das faixas mais macabras do disco e da carreira do Sabbath. Ozzy faz vocais verdadeiramente monstruosos. O lado mais pesado e sombrio da banda está mostrado por inteiro, incluindo a letra que narra os horrores de um mundo devastado pela radiação atômica.

HAND OF DOOM -> violenta crítica à Guerra do Vietnã, seria perfeita para o filme "Apocalipse Now", já que fala de soldados se drogando para esquecer os horrores do conflito. Com várias partes diferentes, é a música mais sofisticada do disco.

RAT SALAD -> instrumental que é a cara da banda. Bill Ward, em um momento "John Boham", solta as mãos com precisão e peso. Os vocais não fazem falta, em 5 segundos se percebe que é uma música Sabbath...

FAIRIES WEAR BOOTS -> letra bem humorada, que narra o incidente onde o equipamento (o primeiro) do Sabbath foi roubado por uma gangue de skinheads (as "fadas de botas" do título da canção). Canção despretensiosa, flui bem e agrada com facilidade. É a faixa musicalmente mais simples, mas têm seus adoradores, não compromete a qualidade excepcional do disco.

Ozzy Osbourne -> vocais, gaita
Tony Iommi -> guitarras
Geezer Butler -> baixo
Bill Ward -> bateria

Comente: Qual a sua opinião sobre este clássico do Black Sabbath?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Paranoid - Black Sabbath

2073 acessosBlack Sabbath: Uma releitura apaixonada de Paranoid3326 acessosBlack Sabbath: em 1971, o clássico Paranoid2980 acessosBlack Sabbath: uma espécie de âncora para o heavy metal2931 acessosBlack Sabbath: Em 1970, além da relação entre blues e rock5000 acessosNo começo era o riff; E no começo do riff era o Sabbath...5000 acessosTradução - Paranoid - Black Sabbath

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de janeiro de 2017

Black SabbathBlack Sabbath
"Podemos fazer alguns shows pontuais", diz Iommi

508 acessosBlack Sabbath: projeto Home of Metal chega a São Paulo1407 acessosBlack Sabbath: veja unboxing da "The Ten Year War"1155 acessosDoom Metal: os 25 maiores álbuns do gênero0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
Tony Iommi explica a diferença entre Dio e Ozzy Osbourne

Black SabbathBlack Sabbath
Carl Palmer recebeu convite para ser o baterista

Bandas britânicasBandas britânicas
As 10 melhores de acordo com o WatchMojo

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Angra e DetonatorAngra e Detonator
"Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"

SlashSlash
Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?

AC/DCAC/DC
Como Angus responde a um copo de cerveja atirado?

5000 acessosStairway to Heaven: o maior hit do Led Zeppelin5000 acessosBlack Sabbath: Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"5000 acessosVegetarianismo: Nomes do Rock e do Metal que não comem carne5000 acessosCorey Taylor: a geração atual é um bando de fedelhos5000 acessosKiss: 10 fatos loucos que você provavelmente não sabia5000 acessosPhil Anselmo: "sempre toquei guitarra nas bandas"

Sobre Carlos Frederico

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online