Matérias Mais Lidas

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemSons of Apollo une carisma e técnica em show no Rio com direito a piada de Mike Portnoy

imagemAs 10 músicas mais estranhas do Guns N' Roses, em lista do Ultimate Classic Rock

imagemAs obscuras músicas favoritas do Red Hot Chili Peppers de John Frusciante

imagemDream Theater: confira possível setlist dos shows da banda no Brasil

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemAs 10 melhores músicas "lado b" da carreira solo de Dio, em lista do Metal Injection

imagemDez clássicos do thrash metal que não foram gravados pelo "Big Four" - Parte I

imagemBlaze achava que Bruce jamais voltaria para o Iron Maiden

imagemMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas em dois dias

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemPrika Amaral esclarece por que contratou apenas mulheres europeias para a Nervosa


Stamp

Resenha - Well Come To The Galaxy - Bralalalala

Por Haggen Kennedy
Em 14/09/99

Nota: 7

Minha nossa senhora!! Não sei nem o que dizer desse CD. Realmente é algo muito complicado falar dessa banda. Muito provavelmente, Mr. Bralalalala (é, esse é o nome artístico do sujeito) resolveu fazer um disco com o propósito de confundir qualquer jornalista que se aventurasse a fazer um review do mesmo. O pior é que conseguiu.

Bem, em primeiro lugar: o que se pensa quando se olha o CD e vê-se que o nome da banda é Bralalalala? Pois é, a confusão começa daí. Primeiramente não se sabe o que esperar e, depois de pensar sobre o assunto, dificilmente se pensará em outra coisa a não ser que o grupo é apenas mais um daqueles que tentam parecer 'engraçadinhos' mas que não descem pela garganta de jeito nenhum. Quando se olham as fotos, então, é tiro e queda. Você pensa: "o glam está de volta!!". É, o tal do Bralalalala é bem afeminado e usa aquelas brilhantinas e meia-calça com sapato de mulher e etc.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

É claro que, a não ser que seja um amante do bom e velho hard farofa, você vá odiar o disco só pela capa. Mas calma lá. O que tem de 'hard', 'farofa' e 'glam' é só na capa, mesmo. Ao colocar o debute desse conjunto no som, a impressão é completamente diferente e você chega a se perguntar se o que está ouvindo e realmente a tal da banda Bralalalala ou se colocaram outro álbum na caixinha do CD.

Que o tal do Bralalalala é afeminado, isso é mesmo. Ninguém pode negar. Mas que o som da banda é pesado, isso é, e também não dá pra negar. E que baterista do cacete, vá ser bom assim no inferno. O cara deixa o som da banda realmente com muito mais peso e agressividade. O cara dá até aquelas viradinhas nos pratinhos da bateria e dá pra notar até algumas coisinhas de jazz. E, quem diria, isso dá peso mesmo!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O Mr. Bralalalala (que é quem está na capa do CD - e, a propósito, em todas as outras fotos do disco) é quem cuida dos vocais e da guitarra. Na verdade, ele e o baterista (Mr. Peter Ferench) é quem são a banda. Para turnês, os caras arranjam músicos contratados pra segurar as pontas. E os tais, apesar de morarem nos Estados Unidos - que, como todo mundo sabe, não anda nada bem com o heavy metal hoje em dia -, já excursionaram por vários países da Europa juntamente com o Hammerfall - e isso é pra mostar que, apesar de tudo, a banda realmente faz um trabalho sério e quer seguir carreira.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Voltando ao disco, entretanto, não podemos dizer que se trata de um autêntico álbum heavy metal à lá Iron Maiden/Judas Priest. Nem pode-se dizer que é mais melódico à lá Helloween, e tbm não dá pra se dizer que é um heavy mais técnico à lá Angra. Fica difícil. Na verdade, esse lançamento tem muito toque industrial e uns vocais bem à lá Biohazard em várias partes. Mesmo assim, é 'speed', como se auto-rotula a banda.

A bem da verdade, esse CD é mais voltado às composições ditas 'de palco'. Ou seja, as músicas são feitas, mesmo, pra você se acabar de agitar em uma apresentação ao vivo. Em casa, sentado no seu sofá pra ouvir o disco, não vai surtir muito efeito. Mas, mesmo assim, o disco é bom. quem for mente aberta e gostar de umas misturas bem interessantes vai se amarrar nesse disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mais informações podem ser encontradas no site oficial da banda em http://www.bralalalala.com


Outras resenhas de Well Come To The Galaxy - Bralalalala

Resenha - Well come to the galaxy - Bralalalala

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separação

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Haggen Kennedy

Nascido ao fim dos anos 70 e adolescido em meio ao universo metálico, Haggen Heydrich Kennedy já trabalhou e atuou numa vultosa gama de atividades, como o jornalismo, o desenho, a informática, o design e o ensino, além de outros quefazeres. Atualmente vive em Atenas, Grécia, onde estuda História, Arqueologia e Grego Antigo na Universidade de Atenas. A constante nesse turbilhão de ofícios, todavia, sempre constituiu-se de dois fatores: as línguas (ainda hoje trabalha com tradução e interpretação) e a música - esse último elemento, definitivo alimento espiritual.

Mais matérias de Haggen Kennedy.