Resenha - Sirenian Shores - Sirenia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Creio que podemos considerar Morten Veland como sendo um dos grandes mestres do Gothic Metal contemporâneo, pois desde a época do Tristania ele vem nos trazendo trabalhos do mais alto nível e de uma inspiração assombrosa, sempre conseguindo unir de maneira muito personalizada a melancolia da música gótica com a fúria do Metal, num resultado ímpar que gerou muitas "bandas-clone" de terceira categoria mundo afora.

publicidade

"Sirenian Shores", mesmo sendo um EP com cinco faixas, é considerado um lançamento regular pela banda, trazendo suas tradicionais guitarras cheias de distorção, cordas, vozes limpas, guturais e femininas, sendo que, com exceção do violino e cordas, todo o restante dos instrumentos foi tocado por Morten.

Das canções aqui apresentadas, temos a inédita faixa-título, que segue bem a linha do velho Tristania, principalmente no trabalho com as guitarras. A nova versão para "Save Me From Myself" (que originalmente está no álbum "An Elixir For Existence"), está cheia de efeitos eletrônicos e superou a versão original, pois a atmosfera que se conseguiu nesta remixagem aumentou em muito a dramaticidade desta bela faixa.

publicidade

A versão acústica para "Meridian", que consta no primeiro disco do Sirenia não traz nada que valha a pena mencionar, a não ser que a versão original é disparado bem superior; porém a versão que fizeram para "First We Take Manhattan", do poeta, romancista e músico canadense Leonard Cohen se modernizou, ficando com uma roupagem de Sirenia e de ótimo resultado final, onde brilha o talento das vozes de Kristian Gundersen e da cantora convidada Emmanuelle Zoldane com sua voz de sereia.

publicidade

E fecha com chave-de-ouro este mini-disco a canção "Obire Mortem", que possui todo o clima de Carmina Burana de Carl Orff. Um bom registro, e agora é ficar no aguardo do próximo álbum e ver o que o Sirenia trará como novo incremento ao seu expressivo metal gótico e orquestrado.

SIRENIA – Sirenian Shores
(2004 – Hellion Records)

1. Sirenian Shores
2. Save Me From Myself
3. Meridian
4. First We Take Manhattan
5. Obire Mortem

publicidade

homepage: www.sirenia.no




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Symphonic Metal: As dez cantoras mais influentes e impressionantesSymphonic Metal
As dez cantoras mais influentes e impressionantes

Musas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmenteMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente


Gutural: mulheres que fazem vocal em bandas de MetalGutural
Mulheres que fazem vocal em bandas de Metal

Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosIron Maiden
O passado vergonhoso registrado em fotos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin